Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Valêncio Xavier

Valêncio Xavier

O Cinema e as Guerras do Paraguai

O Cine Luz inicia amanhã o seminário com mostra de filmes "O Cinema e as Guerras do Paraguai", reunindo em Curitiba o diretor da Cinemateca do Paraguai, Hugo Gamarra, o cineasta Sylvio Back, a historiadora Sílvia Oroz, o cineasta Joel Pizzini, diretor da Fundação Cultural de Mato Grosso do Sul e autor de "Caramujo Flor", curtametragem que será exibido em caráter especial.

Os caçadores das imagens históricas que se perdem

Nos dias 28 e 29 de dezembro, enfrentando um calor que chegou acima dos 40º, buscando trilhas pelo interior de Piraí do Sul, em quatro grandes fazendas - e tendo que percorrer a pé vários quilômetros de região íngreme, sem qualquer possibilidade de acesso por veículos, um grupo de sete pessoas - os arqueólogos Blasi e Miguel, os arquitetos José La Pastina ("Paper") e Bráulio Carolo, os cineastas Valêncio Xavier e Ozualdo Candeias, e o assistente Fernando Burges, e o garoto Bráulio Filho, fizeram uma verdadeira caçada às imagens do Paraná de dois milênios passados.

Chanchada chega ao Ritz sem promoção

Domingo à noite, na última sessão da Mostra Banco Nacional de Cinema, o professor, pintor e, sobretudo, cinéfilo João Osório Brzezinski, 51 anos, teve a surpresa de saber, através de um amigo que havia lido no Almanaque d'O Estado do Paraná, que na segunda-feira, 21, iniciaria no mesmo cine Ritz outra mostra - "Atlântida - 50 anos de Cinema".

Um vídeo sobre pinturas pré-históricas em Piraí

Quantas pessoas conhecem as pinturas rupestres, feitas em pedras em algumas regiões do Paraná, por homens da pré-história há mais de 2 ou 3 anos?

Um projeto para que se possa ver o Paranpa AC

Com seu fato jornalístico em que se soma a sensibilidade de homens de imagens - fotógrafo, cineasta e profissional da televisão - com uma sempre imensa preocupação cultural, Valêncio Xavier, 55 anos, ao idealizar o projeto Americanicidad - iniciado em outubro do ano passado e que se estenderá pelos próximos 10 meses, identificado as comemorações dos 500 anos da chegada de Colombo à América - lembrou-se de que há anos o professor Blasi e alguns poucos outros idealistas vêm pesquisando as pinturas rupestres em algumas regiões do Paraná - especialmente no município de Piraí do Sul.

Os caçadores das imagens históricas que se perdem

Nos dias 28 e 29 de dezembro, enfrentando um calor que chegou acima dos 40º, buscando trilhas pelo interior de Piraí do Sul, em quatro grandes fazendas - e tendo que percorrer a pé vários quilômetros de região íngreme, sem qualquer possibilidade de acesso por veículos, um grupo de sete pessoas - os arqueólogos Blasi e Miguel, os arquitetos José La Pastina ("Paper") e Bráulio Carolo, os cineastas Valêncio Xavier e Ozualdo Candeias, e o assistente Fernando Burges, e o garoto Bráulio Filho, fizeram uma verdadeira caçada às imagens do Paraná de dois milênios passados.

Em Cuba, uma escola para quem sonha em fazer cinema e vídeo

Vitória - Qual o jovem que sonha em ser um cineasta consagrado que não gostaria de poder estudar numa escola de cinema e televisão em outro país? Nos anos 50/60, era o IDECH, em Paris, que atraia jovens impregnados pela fama do cinema francês, especialmente da "nouvele vague". Os cursos de cinema que universidades americanas mantém regularmente são "impossible dreams" frente ao que representam em custos a não ser para quem tenha pais bilionários.

Um vídeo sobre pinturas pré-históricas em Piraí

Quantas pessoas conhecem as pinturas rupestres, feitas em pedras em algumas regiões do Paraná, por homens da pré-história há mais de 2 ou 3 anos?

Um projeto para que se possa ver o Paranpa AC

Com seu fato jornalístico em que se soma a sensibilidade de homens de imagens - fotógrafo, cineasta e profissional da televisão - com uma sempre imensa preocupação cultural, Valêncio Xavier, 55 anos, ao idealizar o projeto Americanicidad - iniciado em outubro do ano passado e que se estenderá pelos próximos 10 meses, identificado as comemorações dos 500 anos da chegada de Colombo à América - lembrou-se de que há anos o professor Blasi e alguns poucos outros idealistas vêm pesquisando as pinturas rupestres em algumas regiões do Paraná - especialmente no município de Piraí do Sul.

Valêncio promoverá um superfestival latino

Múltiplo em suas agitações culturais, Valêncio Xavier, 54 anos, ex-diretor do Museu da Imagem e do Som, ao mesmo tempo em que conclui uma biografia oficial de seu amigo Poty Lazarotto - encomendada pela Fundação Cultural, conseguiu aprovação para um projeto cinematográfico que ele próprio reconhece, lhe permitirá dedicar-se profissionalmente ao mesmo, com uma boa remuneração, durante um ano: um grande evento ligado ao cinema latino-americano a propósito dos 500 anos da descoberta da América.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br