Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Radamés Gnatalli

Radamés Gnatalli

A "Guerra dos Meninos" que denuncia trágica realidade

A vereadora Nely Almeida (PSDB) emocionou-se tanto ao assistir "A Guerra dos Meninos", que na sexta-feira, 6, telefonou a sua realizadora, Sandra Werneck, consultando sobre a possibilidade de ser feita uma exibição deste documentário no plenário da Câmara de Curitiba em outubro próximo, quando das discussões em torno do problema do menor - e já estiver definido o Conselho Municipal de Defesa da Criança e do Adolescente.

Helton, vivendo para promover a melhor MPB

Qual a receita para fazer de um bar-restaurante mais do que um estabelecimento comercial, um ponto de encontro cultural? Muitos procuram a fórmula para conquistar um público legal num ambiente descontraído, amigo - em que o importante não seja o luxo e a sofisticação, mas a qualidade. Da comida, da bebida, do serviço, da música e, especialmente, das pessoas que o freqüentem. Um mestre com PhD nesta área é um mineiro-paulista que tem hoje a melhor casa musical paulista em termos de convivência e programação: Helton Altman, do "Vou Vivendo" em São Paulo.

A força do 16mm em curtas e nos médias biográficos

Dos quatro médias-metragens que disputarão a premiação em Gramado, três foram rodados em 16mm, o que comprova que esta bitola continua a ser uma opção para projetos de cunho mais cultural - como é o caso dos médias. Afinal, se as possibilidades de exibição dos curtas no circuito comercial são reduzidas - apesar da chamada "lei da obrigatoriedade" que há dois anos não é fiscalizada (e que continua a justificar debates, reuniões e manifestos dos interessados), aos médias-metragens as chances de chegarem aos espectadores ainda são mais reduzidas.

A relação dos premiados

Longas-metragens - MELHOR FILME: "Não Quero Falar Sobre Isso Agora"; MELHOR FILME JÚRI POPULAR: "Vai Trabalhar Vagabundo II: A Volta"; MELHOR DIRETOR: Neville D'Almeida ("Matou a Família e foi ao Cinema"); MELHOR ROTEIRO: Mauro Farias e Malanie Diamantas ("Não Quero Falar Sobre Isso Agora"); MELHOR ATOR: Hugo Carvana; MELHOR ATRIZ: Marisa Orth/Eliana Fonseca ("Não Quero Falar Sobre Isso Agora"); MELHOR FOTOGRAFIA: Nonato Estrela ("Sampaku - O Olho da Ambição"); MELHOR MÚSICA: Sérgio Sarraceni "Vai Trabalhar Vagabundo II: A Volta"); MELHOR DIREÇÃO DE ARTE: Cristiano Amaral ("Vai

Nesta retreta, a primeira valsa de Bento Mossurunga

Assim como havia feito em 1983, quando incluiu no primeiro volume de "Banda de Música de Ontem e de Sempre" o enternecedor "Céus de Curitiba", Silas Xavier fez questão de homenagear o mais importante compositor paranaense, o castrense Bento (d'Albuquerque) Mossurunga (1879 - 1970), que apesar de sua importância até hoje tem pouquíssimas peças em discos (*).

Cinema brasileiro renasce neste Festival de Brasília

Brasília - Numa prova de que o cinema brasileiro tal como o mitológico [Fênix] renasce das cinzas deixadas há 16 meses, quando o presidente Collor extinguiu a Embrafilme - e castrou toda a produção que existia na época - esta 24a. edição do Festival criado em 1965 inicia hoje em clima de otimismo e esperança.

Os premiados do 24o. Festival de Brasília

LONGA-METRAGEM: filme - O CORPO; melhor filme - júri popular: "[Ameríndia], Memória e Compromisso no V Centenário"; diretor: Neville de Almeida ("Matou a família e foi ao cinema"); ATOR: Hugo Carvana ("Vai Trabalhar Vagabundo II: A Volta"); atriz ; Marieta Severo ("O Corpo"); ator coadjuvante: Eurico Martins ("Sua Excelência, o Candidato"); atriz coadjuvante: Andréa Beltrão ("Vai Trabalhar..."); roteiro: Alfredo Oroz ("O Corpo"); cenografia: Felipe Crescente ("O Corpo"); trilha sonora: Paulo Barnabé ("O Corpo");montagem: Danilo Tadeu/Eder Mazzini ("O Corpo"); e Idê Lecre
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br