Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS O Homem da Capa Preta

O Homem da Capa Preta

Sonho de Tiomkim ganhou prêmio no I FestVitória

Vitória - Só exercendo o seu direito de voto de Minerva, como presidente do júri do I Festival Nacional de Vídeo, a cineasta Tizuka Yamasaki desempatou, às 22h30 de sábado, 23, o impasse do júri que se dividia entre "Cenas de um Sonho Selvagem", do paranaense Osval Dias de Siqueira Filho (Tiomkim), e "Morte", do mineiro Bruno Viana. Apesar de ter sido o favorito para receber o grande prêmio "Cidade de Vitória" - troféu e um cheque de Cr$ 3 milhões (o maior valor já dado num festival de vídeo no Brasil), o vídeo de Tiomkim perdeu para o trabalho do mineiro Viana.

"Antígona" e "Corpo", Marieta em dupla dose

Uma dupla demonstração do talento de Marieta Severo: enquanto no palco do auditório Maria José Andrade Vieira é a dramática "Antígona" da tragédia que o grego Sófocles escreveu no ano 442 a. C., na tela do cine Ritz, somente hoje, às 22h, poderá ser vista na interpretação de Carmen em "O Corpo", do paulista José Antônio Garcia que no XXIV Festival de Brasília do Cinema Brasileiro lhe valeu o Candango de melhor atriz (dividido porém com Claudia Gimenez).

"Sampaku" encerra hoje a competição do festival

Dentro das diferentes temáticas vistas nos 30 filmes que competem nesta 19ª edição do Festival, "Sampaku - O Olho da Ambição", está sendo aguardado com muita expectativa. Rodado originalmente em 16mm - com transposição para 35mm graças a associação do laboratório Líder como co-produtora - e um orçamento modesto (ao redor de Cr$ 140 milhões), tem a credenciá-lo o talento de José Joffily Filho, 45 anos, um dos melhores roteiristas do cinema brasileiro e que estreou com a comédia "Urubus e Papagaios".

De como ver Brasília na ótica de seis cineastas

Em 1987, poucos dias após a Unesco ter concedido a Brasília o status de Patrimônio Mundial da Humanidade, realizava-se o XX Festival do cinema Brasileiro. O então governador do Distrito Federal, José Aparecido de Oliveira - hoje ministro da Cultura - reuniu os cineastas, jornalistas e artistas, convidados do evento, no Palácio Buriti e anunciou um projeto: a realização de um filme, em episódios, que mostrasse ao mundo o que é Brasília.

Mais do que um sex symbol, a busca pela carreira-solo

Sexta-feira, 4, Paulo Ricardo terminou o dia extenuado vocalmente. Durante mais de 7 horas, do escritório de Verther Brunner, chefe da divulgação da CBS, no Rio de Janeiro, falou com mais de 40 jornalistas em dezenas de cidades.

Do Carmo, a pintora com a fértil poesia

Vivo com minha verdade numa ilha de ingenuidades. Para quem traz no genes essa certeza Como sobreviver à nova realidade? ("Verdades")

O som das imagens com a inspiração de Wagner

A situação crítica do cinema brasileiro, com a quase completa paralisação das atividades cinematográficas e problemas diretos ou indiretos que afligem toda a comunidade artística estarão em discussão em Gramado. Não só nas reuniões em que jornalistas, cineastas, artistas, técnicos, produtores, exibidores etc., examinarão os filmes em competição, mas, principalmente, nos debates paralelos e mesmo em conversas informais.

No campo de batalha

1) - Difícil, com antecipação, fazer previsões das premiações de hoje à noite. Após a exibição hors concours de "Lili, a Estrela do Crime", de Lui Farias (que representou o Brasil no último FestRio, ao lado de "O Mentiroso", de Werner Schulmann), serão anunciados os vitoriosos desta 17ª edição do Festival de Gramado. Em termos de voto popular, os preferidos são "O Grande Mentecapto", entre os longas, e "A Garota das Telas", de Cao Hamburger - filme de animação que fascina o público (é até covardia colocá-lo em competição após já ter sido premiado em outros festivais). xxx

"Doida Demais" fica só na expectativa

Claudinho Pereira, jornalista, tv-man, animador cultural, idealizador de inúmeros eventos culturais (atualmente prepara o I Encontro Nacional da Poesia) no Rio Grande do Sul, é também um humorista nato. Sempre ao lado de sua linda esposa, a Preta, são presenças animadas no Festival de Gramado. E foi Claudinho, com sua irreverência, que após a apresentação de "Doida Demais", encerrando a mostra competitiva, cunhou algumas adjetivações ao filme de Sérgio Rezende:

Nas telas, um olhar feminino

Com exceção de duas estréias - "Os Três Fugitivos" e do frágil "Salto para a Glória" (Take it Easy), de Albert Magnoli (cujos créditos incluem "Purple Rain", com o cantor Prince), em exibição no Bristol - a semana continua com muitas fitas em continuidade e algumas reprises. Numa coincidência, filmes que têm um olhar feminino sobre diferentes aspectos, mostrando novas óticas da realização cinematográfica em relação ao ponto de vista da mulher.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br