Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Praça Garibaldi

Praça Garibaldi

Em uma centena de boletins, um pouco das memórias de Curitiba

Quando, em julho de 1974, então dividindo com o advogado Constantino Viaro e o arquiteto Alfredo Willer a direção da recém implantada Fundação Cultural de Curitiba, tivemos a idéia de criar uma publicação ágil, econômica e que pudesse divulgar diferentes textos ligados a Curitiba, Valêncio Xavier, homem de TV e pesquisador, que havia sido convidado para nos assessorar (*), trouxe uma idéia das mais oportunas: "Várias gerações de curitibanos colecionaram as figuras das Balas Zequinha mas nunca ninguém se preocupou em pesquisar quem criou o personagem, como ele surgiu".

Do lazer abandonado ao largo da desordem

A carta-denúncia de Jorge Carlos Sade (Praça Garibaldi, 85), datada de 15 de janeiro último, é a seguinte: "Dizem que a casa é a cara do dono!" A Praça Garibaldi, o dito setor histórico, seria o retrato de Curitiba? Baderneiros, drogados, bêbados, cheiradores, assaltantes, maloqueiros, botecos e bares de lixo e de luxo, putaréu, violência, despoliciamento, gangues varzeanas, ratatuia infecta e contagiosa, dia & noite-noite & dia infestam o eixo Praça da Ordem-Alto do São Francisco. Eis a Curitiba ecológica! Isso é o retrato da Prefeitura, da dita Secretaria do Meio Ambiente?

Do lazer abandonado ao largo da desordem

A carta-denúncia de Jorge Carlos Sade (Praça Garibaldi, 85), datada de 15 de janeiro último, é a seguinte: "Dizem que a casa é a cara do dono!" A Praça Garibaldi, o dito setor histórico, seria o retrato de Curitiba? Baderneiros, drogados, bêbados, cheiradores, assaltantes, maloqueiros, botecos e bares de lixo e de luxo, putaréu, violência, despoliciamento, gangues varzeanas, ratatuia infecta e contagiosa, dia & noite-noite & dia infestam o eixo Praça da Ordem-Alto do São Francisco. Eis a Curitiba ecológica! Isso é o retrato da Prefeitura, da dita Secretaria do Meio Ambiente?

No setor da desordem, clima é de desespero

A carta-denúncia que o artista plástico e marchand-de-tablaux Jorge Carlos Sade, estabelecido há 18 anos na Praça Garibaldi, com a galeria de arte Acaiaca, denunciando o abandono e violência em que foi transformado o Setor Histórico de Curitiba teve a maior repercussão.

A tapeçaria de Sandra e a ambientação de Mário

Na multiplicidade de vernissages que acontecem na cidade, poucas merecem maior atenção - já que a generosidade (leia-se falta de critérios) dos responsáveis pelos espaços de exposições tem estimulado que muitas mediocridades ganhem uma promoção que, em cidades com maior rigor crítico, não teriam. Felizmente, vez por outra, ocorrem acontecimentos realmente significativos - como é o caso da mostra de tapetes de Sandra Wolf (domingo, 10h da manhã, sala do artista popular na Fundação Cultural, Praça Garibaldi, 7).

No campo de batalha

Correções à página de domingo, 13, na qual, por falhas na digitação, aconteceram dois erros. Ricardo Barros assumiu a Prefeitura de Maringá em janeiro de 1989 - e não em 1980, como saiu no início da coluna "Perfil" dedicada a professora Clélia Maria Nogueira, sua ex-secretária de Cultura e agora na direção do Departamento de Educação Especial da Secretaria do Estado da Educação.

Botoneiro Hélio será atração de hoje no "Jô - Onze e Meia"

Caso não haja substituição de última hora, "Jô Soares - Onze e Meia" (Rede TVS - TV Iguaçu, 23h30), apresentará hoje uma entrevista com três personagens dos mais conhecidos em Curitiba: Hélio Lattes (ou "Leites"), Lena Horn e o músico Carlos Careqa (com "Q").

Blue Note colore sonoramente as nossas noites jazzísticas

Fundado há 3 anos (junho de 1987) o Blue Note Jazz Clube andou meio capengando nos últimos tempos, mas agora, com um novo presidente, o colecionador Caetano Cerqueira Rodrigues, 54 anos, dono do maior acervo em CD em jazz no Paraná (e entre as maiores do País) - e para cuja concretização aplicou alguns milhares de dólares de sua grande fortuna - novos tempos deverão marcar a entidade.

No campo de batalha

Dono de belo texto, o jornalista Jaime Lechinski, secretário de Comunicação Social da Prefeitura de Curitiba, colocou toda sua sensibilidade para fazer o texto-apresentação de sua musa inspiradora, a artista plástica Leila Pugnaloni, para a mostra "Tudo de Novo" (sede da Fundação Cultural, Praça Garibaldi, até o dia 26). Com Leila, generosamente, dividiu a exposição com Rogério Moura Dias, o artista de Jacarezinho também ganhou palavras afetuosas de Lechinski. xxx

Correspondência

Do Sr. Nélio Leite, artesão, expositor desde 1985 na praça da Ordem, recebemos a seguinte carta: "Caro Sr. Aramis: Como feirante, venho há 4 anos me dedicando ao artesanato com a Oficina de Artes São Francisco. Modestamente procuro divulgar nas imagens o Santo dos Passarinhos e a beleza do pensamento deste Santo-Poeta que dizia: "Quando fizeres uma horta, deixa um canteiro vazio para que nasçam as ervas daninhas...".
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br