Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Teatro Guaíra

Teatro Guaíra

No campo de batalha

Um público crescente nas sessões dos filmes latino-americanos, mesmo nos que chegam em versão original. É que a coordenadora-geral do evento, Leo Stichem, vem mobilizando as entidades que agrupam estudantes etnias de fala espanhola para essa raríssima oportunidade de conhecerem inéditos como "Tiempo de Morir", do colombiano Jorge Ali Triana, premiado com a Gaivota de Ouro no II FestRio - mas que não teve lançamento comercial no Brasil - programado para hoje a noite (20 horas, cine Lido). xxx

Brunetti foi o primeiro homem da "UH" no Paraná

Antônio Brunetti, 62 anos, jornalista da velha guarda, nos telefona para prestar uma informação em relação ao funcionamento da "Última Hora" no Paraná, que abordamos ao comentar o livro de memórias "Minha Razão de Viver - Memórias de um Repórter", de Samuel Wainer (Editora Record, 282 páginas, Cz$ 890,00).

No campo de batalha

Ao menos dois integrantes do escalão principal da Secretaria da Cultura foram ver de perto o Carnaval carioca. O advogado Reinaldo César Almeida, 23 anos, chefe de gabinete, saiu numa das alas do G.R.E.S. Estação Primeira da Mangueira. Já Lúcia Camargo, confortavelmente em mesa de pista, com amigos, torcia pela vitória da Estácio de Sá, dirigida por Rosa Maria Magalhães - uma das suas melhores amigas e que constantemente vem ao Paraná para executar trabalhos de cenografia e guarda-roupa para o Teatro Guaíra. xxx

Paulinho da Viola, a resistência da MPB

Há quatro anos que Paulinho da Viola não lança disco novo. E há quase dois que não vem à Curitiba. Sua última apresentação foi no SESC da Esquina, modestamente, quase desapercebido. Portanto, sua única apresentação, hoje à noite (21 horas, auditório Bento Munhoz da Rocha Neto) tem uma especial significação: nos traz, a (rara, portanto) chance de aplaudir um dos mais importantes nomes da MPB. Qual é o melhor Paulinho? O compositor? O instrumentista? - além do violão, também o cavaquinho e mesmo o bandolim? Ou o cantor, voz afinadíssima, suave, redonda, como poucos?

A boa programação no Rio e São Paulo

A programação do Free Jazz Festival não poderia ser mais eclética e abrangente. Instrumentistas de vários estilos e fases para atrair o público jovem. Assim, no Rio de Janeiro, a programação será a seguinte: Dia 2 - Michael Petrucciani, pianista, que fez seu primeiro disco aos 16 anos e que compensa seu pequeno tamanho (não chega a medir um metro e pesa 20 quilos) com uma extraordinária musicalidade e aos 25 anos já tem um estilo personalíssimo.

No campo de batalha

Marlene Flores Travassos, pesquisadora e animadora de eventos, está na cidade fazendo importantes contatos. Atualmente, é assessora de relações públicas do empresário José Luís Moreira de Souza, presidente da Capri, grupo com ramificações em vários setores. Entre outros projetos, José Luís é co-produtor de um filme, de pretensões internacionais, para lançamento em 1988. xxx

No campo de batalha

O público, especialmente o jovem, está descobrindo a beleza de "O Selvagem da Motocicleta" (infeliz título que a Art Filmes deu para "Rumble Fish"), o excelente filme de Francis Ford Coppola, rodado há 4 anos e agora em exibição no Lido II (possivelmente deverá ganhar mais uma semana). Um filme sobre jovens, baseado em romance de S.E. Hinton (de quem o mesmo Ford rodou também em 83, "The Outsiders / Vidas Sem Rumo", já exibido em Curitiba), que merece toda atenção. Seguramente, um dos 10 melhores do ano. xxx

New-Age, a música-alma para o final do milênio

Se não fosse o interesse dos Beatles, especialmente de George Harrison, pelo misticismo e a busca de gurus orientais, dificilmente a música reflexiva, lenta e difícil para os ouvidos ocidentais de um citarista chamado Ravi Shankar teria chegado a uma faixa tão grande de consumidores. Mas graças ao aval beatleneano, nos anos 60, não só Shankar mas inúmeros outros compositores e especialmente, instrumentistas chegaram ao Ocidente, foram consumidos e mesmo diluídos na massificação industrial sonora.

Denise, o talento da mímica vai à América

Irati, quem diria, acabou em Greenwich Village. Pois é. No próximo dia 28 de janeiro, Denise Stocklos, 34 anos, faz a estréia mundial de seu novo espetáculo - "Ir-a-Ti", no La Mamma, E.T.C., em Greenwich Village, Nova Iorque - no mesmo espaço onde há exatamente um ano fazia o lançamento de "Mary Stuart".

Sinfônica e Tagliaferro

A Orquestra Sinfônica do Paraná, sob a regência do maestro Osvaldo Colarusso, volta a apresentar-se amanhã, às 10 horas, no Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto, do Teatro Guaíra.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br