Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Vinícius de Moraes

Vinícius de Moraes

LIVRO

Alguns poetas brasileiros fixam-se na literatura principalmente pela aprovação popular. E este é o caso de Vinícius de Morais de quem a Sabiá está lançando neste momento a décima edição de sua Antologia Poética. A poesia de Vinícius (foto), carregada de lirismo, poderá ser observada em toda sua evolução nesta Antologia, já que ele próprio fez a seleção dos poemas.

AQUI, JAZZ

Gato Barbieri é uma figura já lendária nos meios jazzisticos brasileiros, sem que muitos o conheçam: argentino como seu ilustre colega Lala Schiffrin, Barbieri por várias vezes esteve na Guanabara, participando inclusive de memoráveis sessões do Clube do Jazz e da Bossa (1) e, mais recentemente, fazendo a trilha sonora do frustrado filme "Minha Namorada" (2). Descrito pelo critico Michael Cuscune como "um artista e um musico que na verdade é um cidadão do mundo".

Palco/ Som/ Imagem

Quando estiveram em Curitiba, de 27 a 31 de dezembro de 1971, para inaugurar o Teatro do Paiol, Vinícius de Moraes e Toquinho entusiasmaram-se tanto com a originalidade daquela casa de cultura que compuseram uma musica em sua homenagem, "Paiol de Pólvora" apresentada no espetáculo de despedida. Agora, um ano depois, a canção tem seu lançamento nacional, da melhor forma possível: é um dos principais temas da telenovela "O Bem Amado", da Rede Globo de Televisão e que se constitui na principal estréia dos Canais 4 e 11 (Tibagi) nesta temporada.

GENTE

Quando o MPB-4 começou a aparecer profissionalmente, oito anos atrás. Os Cariocas eram o maior nome de nossa musica vocal, em termos de trabalho de equipe. Assim é que a principal preocupação dos quatro rapazes de Niterói foi criar um estilo próprio - romântico e agradável como do conjunto de Severino Filho, mas de muita personalidade. Dois anos depois, Os Cariocas desapareceriam após quase 20 anos de existência e o MPB-4 firmou-se como o nosso mais importante grupo vocal, colecionando prêmios - como o que lhe foi outorgado na semana passada, pelos críticos musicais de São Paulo.

MÚSICA

É difícil encontrar no Brasil uma mulher da classe média, alfabetizada, que já não tenha lido ao menos um livro de J. G. de Araújo Jorge, que desde 1934, quando publicou "Meu céu Interior", vem inundando as livrarias com obras de valor poético discutível mas de aceitação certa junto as mocinhas românticas deste nosso País. José Guilherme de Araújo Jorge, deputado Federal, poeta mais lido do que Carlos Drumond de Andrade, Manuel Bandeira e Vinícius de Moraes, (foto), ficou apenas no sucesso de livraria ou político (foi um dos deputados mais votados na última eleição).

GENTE

Os calos fazem com que Ismael caminhe, amparado por uma bengala, com muita dificuldade. Entretanto, no palco - camisa preta e calça de linho branco - o autor de Se Você Jurar esquece os cravos e, demonstrando ao ritmo de suas musicas. Sua voz rouca, segurando o microfone bem alto - como uma taça, um jeito todo seu de dizer os belos sambas que vem criando há mais de 50 anos, desde quando ainda era um moleque de calças curtas no bairro do Estacio. Último grande sambista da velha guarda, Ismael Silva é uma das pessoas mais maravilhosas que já conheci.

A [bênção], Baden Powell

"A [bênção], Baden Powell, maravilhoso [duende] da floresta afro-brasileira de sons, gênio bom da moderna canção população, Você para quem o violão é a única arma de combate ao desamor, ao convencionalismo e a indiferença, Você cuja música dá tristeza e faz pensar - Parceiro exemplar que vai devagar e sempre ganhando o coração do mundo ... A [bênção], Banden!" (Vinícius de Moraes)

Gente

No meio teatral brasileiro, JOSÉ ALFREDO D`AULIZIO tem uma situação quase que única: filho de um rico industrial, dispões de tranqüilidade financeira para trabalhar apenas com artistas e empresários de boa reputação - o que não é muito fácil de se encontrar em nosso show bussines, seja em escala nacional ou mesmo regionalmente, Formado pela Fundação Brasileira de Teatro (1966-68) com especialização e administração teatral, D`Aulizio começou a trabalhar com Paulo Autranm para o qual cuidou da produção e tornou parte no elenco, em várias peças , a partir de << O Burgues Fidalgo >> .
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br