Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS República Federal da Alemanha

República Federal da Alemanha

Gismonti multinstrumentista do mundo e sua magia sonora

No dia 4 de junho, no Town Hall de Nova Iorque - um dos mais sofisticados teatros da Big Apple, com programação voltada exclusivamente a música popular (e no qual, em 15 e 16 de março de 1989, houve as apresentações do Som da Gente, patrocinado pelo Bamerindus), Egberto Gismonti abriu sua nova tournée internacional. O mais conhecido e respeitado instrumentista brasileiro está fazendo 59 concertos, percorrendo várias cidades dos EUA, Canadá e Europa. Egberto está acompanhado por Zeca Assumpção (contrabaixo), Nando Carneiro (teclados) e Jacques Morelembaum (violoncelo).

Frederico na Alemanha prepara documentário sobre nossa bomba

O cineasta Frederico Fullgraf, 40 anos, está na República Federal da Alemanha desde o início da semana. Hamburgo, mais especificamente, ponto inicial de um roteiro europeu que o levará a Áustria e Suíça, retornando via Nova Iorque.

O teatro alemão na visão do paranaense Marchioro

Recém chegado de sua segunda viagem a República Federal da Alemanha, Marcelo Marchioro, 38 anos, nem teve tempo de começar a separar as centenas de programas, tapes e trilhas sonoras dos 134 espetáculos que assistiu naquele país nos últimos meses e já recebeu convite para falar sobre o teatro alemão contemporâneo (auditório do Instituto Goethe, segunda-feira, 28, 19:30hs).

No campo de batalha

Marcelo Marchioro nos quatro meses que passou na República Federal da Alemanha - com esticadas em Londres, Paris e Nova Iorque, no retorno, assistiu 134 espetáculos e filmes, incluindo os que participaram do Festival de Berlim. Cada vez que viaja, Marcelo arma um esquema para dormir apenas 4 horas e usar todo o tempo disponível em espetáculos que o atualizem. Numa de suas viagens a Nova Iorque, chegou a assistir 7 espetáculos teatrais num mesmo dia. Segunda-feira, 28, Marcelo Marchioro falará sobre teatro alemão em conferência no Instituto Goethe. xxx

Goethe mostrará o bom cinema feito para TV

Assumindo a direção do Goethe Institut de Curitiba há poucos meses, a professora Birgit Muhlhaus vem realizando um ótimo trabalho. Simpática, competente e experiente - vem de 7 anos de atividades em Buenos Aires, onde deixou grandes amigos e um positivo saldo de trabalho - Birgit começa agora a agilizar o calendário de atividades da instituição, por sinal com uma dinamização cada vez maior em sua área didática (todas as vagas oferecidas para o ensino de alemão neste semestre foram preenchidas em poucos dias).

Viajantes, Viageiros

Enéas Souza Machado, técnico da Surehma, vai ganhar o Oscar em termos de quilometragem para um curso no Exterior. A partir do dia 8 de junho estará em Moscou, ali permanecendo por um ano para freqüentar um curso superior internacional de Hidrologia, a nível de pós-graduação. Não se sabe se Enéas fala russo. xxx Já os srs. Nelson Akitoshi Yto, Homero de Arruda Cordova e Lindolfo Timm, servidores da Coordenação da Receita do Estado, embarcam para a Alemanha, onde farão um "estágio de aperfeiçoamento técnico profissional". xxx

Na batalha da Boca

Como a Boca Maldita é hoje uma instituição nacional, na definição do próprio presidente fundador Anfrísio Siqueira, as comendas distribuem-se para pessoas vindas de várias partes do Brasil. No ano passado, dos 645 presentes, a maior parte era formada por pessoas de outras cidades. Este ano, devido as eleições de domingo, muitos convidados não puderam comparecer.

"Raoni" voltou com presença de Brando

Marlon Brando, 66 anos, volta em evidência: dentro de algumas semanas a CIC lança "Assassinato sob Custódia" (A Dry White Season), de Euzhan Palcy - um sério drama denunciando (mais uma vez) o appartheid na África do Sul, filme que encerrou o VI FestRio (Fortaleza, 2/12/89). Paralelamente no Auvicom 90, a feira de vídeo e som que se realiza nesta semana no Anhembi, em São Paulo, a Alvorada Vídeo tem como maior atração de seu pacote de lançamentos o documentário "Raoni", que é narrado por Marlon Brando.

No campo de batalha

O pintor João Ozório Brzezinski em temporada francesa. Maior amigo de Juarez Machado, desde os dias que o artista catarinense chegou, anonimamente em Curitiba, no início dos anos 60, Brzezinski, 49 anos, passou 30 dias na mansão estudo que Juarez possue em Paris. Algumas viagens a países vizinhos e principalmente centenas de quilômetros nos museus e galerias nos 30 dias que o bom João ficará no Exterior. xxx

Os Premiados do VI FestRio/Fortaleza

CINEMA MELHOR FILME (Tucano de Ouro) - "Territórios Ocupados" (Sadot Ierukim), Israel, de Isaac Zepel Yeshurun. MELHOR DIRETOR (Tucano de Prata - Troféu Glauber Rocha) - Peter Greenowey, pelo filme "O Cozinheiro, o Ladrão, sua Mulher e seu Amante" (The Cook, The Thief, His Wife and Her Lover), Holanda. MELHOR ATOR Samuel Fuller, EUA, no filme "Sons/Em Busca do Amor Perdido", de Alexandre Rockwell. MELHOR ATRIZ - Helen Mirrer, do filme "The Cook, The Thief...", de Peter Greenoway.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br