Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Sílvio Caldas

Sílvio Caldas

Maysa

Cantora, compositora e atriz brasileira. Em 1977, um trágico acidente automobilístico na Ponte Rio-Niterói encerrava a carreira, um dos maiores mitos da música brasileira.

Entrevistados e Entrevistadores: Aramis Millarch Maysa Monjardim

Velho Metralha, volta ao seu chão: os seresteiros

Ao longo de 50 anos de carreira, Nelson Gonçalves já gravou tudo que era possível. Do romantismo brega de Adelino Moreira - por mais de 20 anos o seu "alter ego" - o gaúcho de Livramento que está entre os cantores mais populares do país, evoluiu para um repertório mais atualizado chegando até a Bossa Nova (verdade que só recentemente) e dividindo seus discos com cantoras famosas.

Voz e violão na perfeição de Ney Matogrosso e Rafael

A abertura de "Plural", com o violão perfeito de Marco Pereira e a voz maior de Gal Costa é tão suave que, os mais ortodoxos fãs de nossa MPB, dispensariam inclusive outros instrumentos (o que baratearia o custo por apresentação, hoje ao redor de Cr$ 4 milhões).

Ademilde, 70 anos, com a maior agilidade vocal

Uma das fórmulas para apresentar intérpretes variados da velha guarda em trabalhos de reedição não deixa de ser aquela forma de "os grande sucessos...". A Moto Discos não foge à regra, e assim, em seu catalogo, dispõe de vários títulos agrupando ao total mais de 400 artistas, de diferentes estilos e gêneros, mas que sempre tornam-se importantes ser reapreciados pelos mais velhos - e revelados a uma nova geração disposta a perceber a beleza de nossa música do passado.

Leon, aquele que revive a era de ouro da música

O homem que mais ama a música brasileira tradicional, Leon Barg, 60 anos, 40 de Curitiba

Em CD, Leon continua a reviver o que de melhor o Brasil cantou

Assim como o "Jornal do Brasil" apontou há alguns meses alguns "brasileiros de exportação" (entre os quais o curitibano Norton Morozowicz, flautista e regente da Orquestra de Câmera de Blumenau) como exemplos profissionais que honram o nosso país, a Câmara de Curitiba deveria também instituir uma homenagem realmente significativa aos "curitibanos de exportação" - pessoas que contribuem para que nossa cidade ganhe um prestígio fora de nossas fronteiras.

Inédito de Ary Barroso gravado pela Revivendo

Além de 22 históricos fonogramas, com registros que vão desde os Hinos à Bandeira Nacional (1906) e o "Hino Nacional Brasileiro" (1822), até "Isso é Brasil" (1947, José Maria de Abreu / Luiz Peixoto), a arqueologia ufanista promovida por Leon Barg incluiu uma faixa inédita. Trata-se de "Onde o Sol Doira as Espigas" (1944), samba de Ary Barroso (1903-1964), que só foi cantado no rádio duas vezes pelo cantor Moraes Neto em 1944. Hoje aos 73 anos, residindo em Curitiba desde 1989, Moraes Neto contou a Leon Barg sobre esta música inédita do grande Ary, que sofreu a censura na época.

Quem pode esquecer Alves ou Geraldi? Pois esquecem

Produzir álbuns com fonogramas de cantores como Sílvio Caldas, Chico Viola ou Orlando Silva, capitulados por campanhas promocionais via televisão, é fácil. Difícil é desenterrar cantores como Carlos Nunes, Nelson Novaes, Alcides Geraldi ou um acordeonista como Antenógenes Silva, como faz Leon Barg em suas edições, Por isto, palmas a este garimpeiro de canções esquecidas por duas produções que colocou em pontos específicos de vendas (mas atendendo também solicitações pelo reembolso postal, Rua Barão do Rio Branco, 28/36. 2o andar, P.P. 122, CEP 80010, fax (011) 233-4609, Curitiba).

A voz que levou nosso folclore até a Rússia

Gravando um dos mais emotivos e bem humorados depoimentos para a série Memória Histórica do Paraná - patrocinada pelo Bamerindus e que o jornalista João de Deus Freitas Neto coordena há três anos - Stelinha Egg recordou sua longa carreira, iniciada aos 5 anos, quando, para surpresa de seus pais - Carlos e Stella Maria - num ofício religioso dominical, na Igreja Presbiteriana, mostrou sua belíssima voz entoando hinos religiosos que aprendeu "de ouvido, intuitivamente".
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br