Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Oscar Castro Neves

Oscar Castro Neves

Lula traz melhor do cinema em ritmo "BN"

Letrista dos mais inspirados no mais fértil período da Bossa Nova, parceiro de Oscar Castro Neves e outros grandes nomes, Lula (Luís Fernando) Freire foi participante de destaque na renovação da MPB nos anos 60. Depois, seguiu os passos de seu pai, o senador Vitorino Freire e acabou até deputado federal. Distante da política, Luís Fernando é hoje editor de uma das mais sofisticadas publicações de arte já feitas no Brasil, a revista "Ventura", que tem como representante regional a crítica e agitadora cultural Marlene Almeida.

Quarteto em Cy trouxe o melhor do grande Chico

Ainda que timidamente, os grupos corais estão reaparecendo fonograficamente nesta época em que a qualidade falta nos lançamentos (poucos) de MPB das gravadoras. Afinal, numa recessão braba que obrigou a praticanmente todas as fábricas a concederem longas férias de início de ano, suspendendo suas edições, a MPB mais uma vez é quem sofre.

A "love story" eletrônica e (metereológica) em L. A.

"Eu sou profundamente infeliz. Mas eu não sabia disso, pois estava bastante contente todo o tempo" (Harris K. Telemacher, personagem principal de "L. A. Story"). xxx Foi preciso que um inglês (Mick Jackson) viesse da BBC para redescobrir Los Angeles com uma leveza, inteligência e humor/amor próximos a que Woody Allen dedica a "sua" Nova York. Em "Noivo Neurótico, Noiva Nervosa" (Annie Hall, 1977), Allen dizia que odiava L. A. Porque "ali não existem esquinas". Por certo, Woody Allen também jamais pisaria em Brasília.

Os tangos e boleros com Luna e Agostinho na arte do encontro

Fundada há 37 anos, como um modesto estúdio, a RGE se constitui ao lado da Continental, a única marca basicamente nacional - já que a terceira que resistia, a Copacabana, foi vendida - em seu acervo e selos - para o grupo Sony. Ao longo de quase quatro décadas, a RGE reuniu um acervo notável, pois foi quem lançou cantoras como Maysa, Agostinho Rodrigues, orquestra como a do italiano Simonetti e Pocho, conjuntos marcantes da Bossa Nova como o Zimbro Trio, e compositores revelando-se intérpretes como Chico Buarque, Toquinho e Vinícius de Moraes - só para citar alguns exemplos.

No campo de batalha

Fã da Bossa Nova em sua juventude, o prefeito Jaime Lerner, 54 anos - a serem completados na próxima semana, percebeu que o nome do arquiteto da Prefeitura de Petrópolis que lhe fora apresentado em uma visita ao seu gabinete soava conhecido: Luvercy Fiorini. Bastaram alguns momentos para o alcaide recordar a letra de um dos clássicos gravados por Alaíde Costa que o entusiasmou há 28 anos passados: "Aonde Está Você".

O primeiro disco e os LPs americanos de Nascimento

Finalmente, as gravadoras estão descobrindo a importância de fazer reedições. Durante anos, alguns dos melhores títulos do mercado fonográfico permaneceram como preciosidades, já que as detentoras dos fonogramas não se ligavam a uma questão óbvia: a cada ano surgem novos interessados em conhecerem momentos preciosos da música nacional e internacional e como os discos tem, normalmente, um tempo reduzido de permanência em catálogo, produções de alto nível que, dentro das regras do mercado não são entendidas quando de seus lançamentos, adquirem, com o passar do tempo, um grande valor.

Ao vivo, com emoção, os belos shows do Paramount

Cinco dos dez álbuns da coleção "30 anos de Bossa Nova" são de registros ao vivo, de shows produzidos por Walter Silva, que como apresentador de "O pick-up do Pica-Pau" na Rádio Bandeirantes, incorporou o nome artístico Pica-Pau ao seu nome e, astutamente, soube produzir shows que lotavam o antigo Teatro Paramount, na avenida Brigadeiro Luís Antonio, hoje transformado em cinco cinemas.

Carmem, a princesa etíope da MPB

Não foi sem motivos que Carmem Costa (Carmelita Madriaga Trajano de Moraes, Rio de Janeiro, 5 de janeiro de 1920) fez questão de vir a Curitiba para buscar o apoio oficial em sua nova cruzada, iniciada ainda em fins de 1989, no sentido de ser a primeira artista a merecer o tombamento em vida.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br