Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS TCP

TCP

Curitiba, o cemitério dos sonhos artísticos

Terra de todas as gentes - conforme o título do musical que o jornalista Adherbal Fortes e o compositor (e hoje publicitário) Paulinho Vitola criaram para o espetáculo que inaugurou o auditório Bento Munhoz da Rocha Neto - Curitiba, nunca exigiu atestado de paranaense para nenhum músico que aqui chegasse. Graças a isto, instrumentistas de várias partes do país - e alguns até de outros países - aqui sempre foram bem recebidos, deram sua contribuição mas, infelizmente poucos permaneceram - por uma simples razão: falta de melhores chances profissionais.

Bruxas que fazem pensar estão reunidas no Guaíra

Paulo Gorgulho, o novo "darling" das telenovelas brasileiras que foi catapultado a superstar por seu personagem José Lucas de Nada em "Pantanal" - afinal terminada na Rede Manchete, deverá estar hoje na platéia do Auditório Salvador de Ferrante. No final, entre abraços e cumprimentos - e muitos pedidos de autógrafos, naturalmente no fundo, no fundo, por certo estará amargando uma frustração: a de não ter feito o personagem John Proctor, em "As Bruxas de Salém".

No campo de batalha

Afinal, aprovada a produção da peça que poderá dar alguma dignidade ao TCP em 1990: "As Feiticeiras de Salem", vigoroso e atualíssimo (passados quase 40 anos de sua estréia mundial) texto de Arthur Miller, denunciando simbolicamente o Macartismo, começa a ser ensaiado na próxima semana, tão logo o diretor Marcelo Marchioro selecione o elenco. Conversações para que o galã Paulo Gorgulho - o golden boy do elenco de "Pantanal" - venha liderar o elenco (o que representará um chamariz para o público) estarão em andamento neste final de semana. xxx

Quando a mulher vira no diabo

Mais uma vez dois filmes de especial interesse estão em exibição, com fraquíssimas rendas e condenados a serem substituídos na próxima sexta-feira de forma que se justifica chamar atenção dos espectadores que ainda não estejam totalmente atingidos pelo comodismo do vídeo e que se dispõe a ver, na tela ampla, obras que justifiquem os Cr$ 100,00 do ingresso (de segunda a quinta-feira). Falamos da comédia "Ela é o Diabo" (cine Astor, 5 sessões) e do enternecedor "Stanley e Iris" de Martin Ritt (Condor, 5 sessões) - que pela sua importância fica para registro amplo na coluna de amanhã.

Em novembro, chegam "As Bruxas de Salém"

Antes de viajar, domingo, para a Europa, em suas férias de inverno, o advogado Constantino Viaro, superintendente da Fundação Teatro Guaíra, definiu com o secretário René Dotti as principais produções para o final de administração - na ocupação dos espaços do teatro até março de 1991, quando haverá a mudança de guarda cultural.

No campo de batalha

A curitibana Ileana Kwasinski, que após 15 anos sem mostrar sua arte em Curitiba, apresenta-se no Paiol hoje e amanhã (o monólogo "A Revolução Está Chegando... e Eu não Sei o que Vestir", 21 horas), foi uma das mais ativas líderes universitárias no início dos anos 60: presidia o Diretório Acadêmico Guido Viaro da Escola de Música e Belas Artes do Paraná e, ao lado de Leilah Santiago de Oliveira (que presidia o Diretório Acadêmico dos Estudantes de Biblioteconomia) teve participações progressistas em vários congressos estudantis, inclusive no da UNE, em agosto de 1963, em Santo André.

O teatro Barracão do Paraná para uma praça em São Paulo

Anuncia-se quatro super-teatros para São Paulo mas é possível que um dos próximos espaços a serem abertos naquela capital seja de proporções mais modestas e, pasmem!, bancado pelo governo do Paraná. Será o projeto Barracão chegando a paulicéia desvairada, com um teatro prático, simpático, construído em madeira, painéis de Poty Lazarotto e Vicente Jair Mendes e beneficiando um dos bairros de maior agito cultural - Pinheiros, onde, no início dos anos 80, o Lira Paulistano, marcou época.

O teatro alemão na visão do paranaense Marchioro

Recém chegado de sua segunda viagem a República Federal da Alemanha, Marcelo Marchioro, 38 anos, nem teve tempo de começar a separar as centenas de programas, tapes e trilhas sonoras dos 134 espetáculos que assistiu naquele país nos últimos meses e já recebeu convite para falar sobre o teatro alemão contemporâneo (auditório do Instituto Goethe, segunda-feira, 28, 19:30hs).

Edson visita Frida mas quer "Espírito" no palco

Apesar de todo entusiasmo da simpática professora Birgit Muhlhaus, que após sete anos de Buenos Aires, assumiu a direção do Instituto Cultural Brasileiro/Germânico / Goethe Institut, em Curitiba, não foi possível viabilizar a vinda do dramaturgo Martin Walser ao Brasil neste ano, o que daria maior dimensão a estréia de sua peça "Uma Visita para Frida".
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br