Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Roberto Requião

Roberto Requião

Rosa e Castelo querem fazer o Saci cantar na Ópera de Arame

Uma superprodução transforma em musical uma das mais conhecidas obras da literatura infantil - "O Saci" de Monteiro Lobato (1882-1948) foi um dos projetos entre os que estão concorrendo ao financiamento do Programa de Incentivo à Produção Artística criado pelo governador Roberto Requião. (*).

Luís, um forte arquiteto que não joga na equipe de Lerner

A filiação do arquiteto [Luis] Forte Neto ao PST, na semana passada, não só trouxe mais um nome na salada russa da sucessão municipal como fez com que, novamente, o prefeito Jaime Lerner tivesse alguns graus a mais em sua temperatura - que em momentos de irritação atinge pontos preocupantes. Embora, para as hostes lernistas, o nome do arquiteto Forte neto para uma eventual composição entre o PMDB-PST, encabeçando uma chapa à Prefeitura de Curitiba, não chegue a preocupar em termos de votos, uma coisa é certa: as relações entre os dois arquitetos nunca foi das mais cordiais.

A parceria do arquiteto com o comunista que deu prêmios

A união não deixa de ser curiosa: um arquiteto com 16 anos de vivência na área de planejamento urbano - Sérgio Póvoa Pires, 40 - associa-se a um advogado e ativíssimo militante comunista, desde 1981 próspero empresário do setor de relojoarias - Marcelo Jugend, 41 anos - para formar uma [grife] sofisticada na produção de jóias destinadas a um público da alta burguesia.

Na Rota de Francisco, nossos curtas conquistam o Exterior

Enquanto os próximos festivais de cinema de Gramado e Brasília estudam fórmulas alternativas de programação devido à pobreza do cinema brasileiro, em termos de longa-metragens, na área dos curtas a produção - ainda que reduzida - continua a acontecer. Reconhecidos internacionalmente em seus méritos, os nossos cineastas de curtas amargam, entretanto, um injusto ineditismo nas telas nacionais.

Homenagem aos Gonzagas transferida para abril

Em abril do ano passado, Luiz Gonzaga Jr e o seu produtor, o advogado Roberto Costa, levados pelo compositor Cláudio Ribeiro ao governador Roberto Requião, acertaram a realização de um grande evento em homenagem a Luiz Gonzaga (Exu, Pe, 19/3/1912- Recife, 2/8/1989) que deveria acontecer na segunda quinzena de dezembro. Uma semana depois, a trágica morte de Gonzaguinha, em acidente rodoviário nas proximidades de Francisco Beltrão - e na qual Roberto Costa sofreu gravíssimos ferimentos (permanecendo quase dois meses em coma), sepultava também o belo projeto.

Vamos fazer por Carmen o disco que ela merece

Sei que amanhã quando eu morrer Os meus amigos vão dizer Que eu tinha um bom coração Outros até hão de chorar Vão querer me homenagear Fazendo de ouro um violão Mas depois que o tempo passar Sei que ninguém vai lembrar Que eu fui embora Por isso que eu penso assim Se alguém quiser fazer por mim Que faça agora ("Quando Eu Me Chamar Saudade", 1971, Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito). xxx

Quando o técnico vale mais que o politiqueiro demagogo

Numa semana em que a (in)definição do candidato a ser ungido pelo prefeito Jaime Lerner à sua sucessão divide os que defendem a solução técnica, entre os cinco excelentes nomes que foram lançados, e a proposta política - com dois deputados pedetistas pretendendo também a candidatura, seria interessante que se lembrasse do que ocorreu há exatamente 30 anos em Curitiba.

Artigo em 27.03.1992

Das mais elogiáveis a corajosa iniciativa do Sindicato dos Radialistas em denunciar a presença de políticos demagógicos que vem comprando espaços nas emissoras para fazerem "programas" em que tentam conseguir prestígio popular. Incisivamente, o presidente do sindicato, Newton Martins de Oliveira, em reunião da categoria, manifestou sua repulsa a presença dos candidatos Tony Garcia e Rafael Greca de Macedo em programas nas rádios Antena I e Rádio Cidade. xxx

A morte de Gonzaguinha e a ressurreição de Renato

Renato Manoel Costa, gostaria de legalmente poder alterar seu registro civil para indicar duas datas de nascimento: a primeira, há 33 anos, 12 de agosto de 1957, em Bragança Paulista, SP; a segunda, em Francisco Beltrão, em 29 de abril de 1991. Na última quarta-feira, 29, em Curitiba, Renato Manoel comemorou com alguns amigos, que aqui fez, os "meus primeiros nove meses desta nova vida que Deus me concedeu".

Sanfoneiros unidos para homenagear os Gonzagas

Cinco dos maiores sanfoneiros do Brasil - Renato Borghetti, Oswaldinho do Acordeon, Nando Cordel, Joquinha Gonzaga e Dominguinhos - com a participação de Mingo na Zabumba e Daniel Gonzaga em vocais farão no dia 14 de março um dos espetáculos mais importantes da temporada 92 do auditório Bento Munhoz da Rocha Neto: "Pense Neu".
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br