Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Roberto Requião

Roberto Requião

Homenagem aos Gonzagas transferida para abril

Em abril do ano passado, Luiz Gonzaga Jr e o seu produtor, o advogado Roberto Costa, levados pelo compositor Cláudio Ribeiro ao governador Roberto Requião, acertaram a realização de um grande evento em homenagem a Luiz Gonzaga (Exu, Pe, 19/3/1912- Recife, 2/8/1989) que deveria acontecer na segunda quinzena de dezembro. Uma semana depois, a trágica morte de Gonzaguinha, em acidente rodoviário nas proximidades de Francisco Beltrão - e na qual Roberto Costa sofreu gravíssimos ferimentos (permanecendo quase dois meses em coma), sepultava também o belo projeto.

A guerra dos DAS-5

Uma bolsa das mais originais e exclusivas está acontecendo no primeiro escalão do governo Roberto Requião: a permuta das disputadas funções gratificadas dos gabinetes.

Na falência dos políticos, surgem os bons empresários para a cidade

As profundas divergências entre os dois grupos que disputam o poder dentro do PDT do Paraná cresceram ainda mais nos últimos dias. Domingo passado, a guerra-de-foice - embora em cipoal jurídico - que invalidou (ao menos enquanto a Justiça Eleitoral não decidir) a suposta "vitória" dos membros da chapa Jaime Lerner nas zonais de Curitiba trouxe, mais uma vez, a confirmação de que a rejeição ao deputado Rafael Greca é crescente. Inabilidoso e provocativo, Greca, desesperado pela falta de apoio ao seu nome, está tomando atitudes violentas.

Perfil - Zé Maria, um delegado apaixonado pelo cinema

Uma das poucas frustrações de José Maria de Paula Correia de sua experiência de vereador em Curitiba é o fato de que um de seus mais bem intencionados projetos de lei, embora aprovado pela Câmara e sancionado pelo então prefeito Roberto Requião, acabou virando letra-morta.

Fogo pesado contra Loureiro no Guaíra

Pela primeira vez na história das artes cênicas no Paraná a categoria uniu-se totalmente na elaboração de um documento contundente - resultado daquela que na opinião de experientes profissionais, foi "a mais inflamada assembléia geral já feita com artistas paranaenses" - em que é exigido, literalmente, a demissão da atual diretoria da Fundação Teatro Guaíra - agora reduzida a uma autarquia com muito menos autonomia.

O governador e os novos tempos para comunicação

Embora formado em jornalismo pela Universidade Católica do Paraná, o hoje governador Roberto Requião nunca chegou a exercer, efetivamente, a profissão. Em compensação, sempre foi uma das pessoas mais sensíveis a importância da comunicação - não apenas nos veículos eletrônicos ou impressos, no dia a dia, mas da própria ciência, através de profundas leituras e acompanhamento de tudo que sempre se faz na área.

Os secretários de Requião que trabalharam com Jaime

Apesar de todas as dificuldades que ameaçam a Prefeitura de Curitiba em relação ao governo do Estado - especialmente no caso da questão da dívida advinda da Cidade Industrial, negada pelo município, mas que o governador Roberto Requião está disposto a não perdoar - em termos pessoais o alcaide curitibano deve ter ótimo relacionamento com pelo menos dois comandantes das finanças do Estado.

A ciranda do poder

Foi em Paris, durante um dos muitos jantares cinco estrelas, com vinho da melhor safra, no apartamento-estúdio do pintor Juarez Machado - e preparados por sua esposa, Eliete - que o governador eleito Roberto Requião e Maristela, aconselharam-se sobre mudanças nas artes plásticas do Paraná. Como Juarez não iria trocar os US$ 30 mil que fatura (no mínimo) mensalmente na Cidade Luz para vir assumir a direção do Museu de Arte Contemporânea, lembrou o nome de seu maior amigo no Paraná, João Osório Brzezinski, 51 anos, como o nome ideal para dirigir o MAC.

No campo de batalha

Nativista apaixonado, estudioso da cultura regional e vendo a necessidade do Sul ter maior valorização junto a Federação, o advogado Joaquim Tramujas Neto, 43 anos - comemorados festivamente no último dia 27, uniu-se ao empresário Waldomiro Trombini para a confecção de três mil "T-shirts" com a inscrição "O Sul é Meu País", em cores verdes, que estão sendo procuradíssimas por adeptos de formações de uma nova região administrativa no País.

A guerra nas artes plásticas

Zum-Zum nas artes plásticas neste longo final de semana: Edson Busch Machado, o irmão mais moço de Juarez e ex-diretor do Centro Integrado de Cultura em Florianópolis (depois de ter dirigido o Museu de Arte de Joinville, sua terrinha natal), teria recusado a direção do Museu de Arte Contemporânea, para a qual foi indicado por João Osório Brzezinski - primeiro convidado a substituir Maria Cecília Noronha.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br