Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Roberto Carlos

Roberto Carlos

Aretha, um pouco diferente

Mesmo os fãs mais entusiasmados por Aretha Franklin sentirão que algo de novo acontece com a notável cantora negra neste seu mais recente álbum ("With Everything I Feel In Me", Atlantic/Continental, 3-17-404-005, janeiro/75). Ela parece estar cantando com maior dureza, procurando uma linha nova de interpretação e com um repertório em que mesmo os compositores mais românticos ("You'll Never Get To Heaven", Bacharach/David) não são arrodeados daquele glamour agradável que caracterizou seu trabalho por tantos anos.

Os tempos dos talentos infantis sem marketing

Uma das lições que se pode tirar da IV Gala de Pequenos Cantores - realizada no domingo à tarde, no Teatro Guaíra - é a falta que faz um espaço regular para as crianças desenvolverem seus talentos artísticos frente ao público. Das onze crianças que participaram, poucas foram as que não revelaram timidez e nervosismo, perfeitamente natural tratando-se de eliminatória que escolheria a representante do Brasil em Figueira de Foz, Portugal, com direito a acompanhante e todas as despesas pagas.

Cama & sexo na roda do samba (como faturar com erotismo)

Vem, vamos pro leito, Vem arranhar meu peito, me arranque o coração Vem, vem sem pudor nenhum Vulgar e tão comum é não morrer de amor Sem antes e depois O convite explícito, direto: ao longo de 11 faixas - quase diria, sussurros eróticos - Wando, que no passado já havia escalado as paradas de sucesso com uma machista música sobre "a moça que já é mulher" ("Moça", 1977, tema de telenovela "Bandeira 2"), assume, definitivamente, a condição de sambista-excitação para um público basicamente feminino, acima dos 30 anos.

Tempo de biografias de Braga a Sinatra

O jornalista Dario Macedo, do "Correio Brasiliense" tem vindo regularmente a Curitiba. São passagens discretas, nas quais procura apenas uma pessoa: o ex-ministro Ney Braga. Razão: está trabalhando organizadamente num livro sobre o atual presidente da Itaipu Binacional, focalizando sua presença na política brasileira. Um projeto que outros jornalistas - como Gilberto Larssem, hoje assessor-chefe de comunicação da RFFSA, no Rio de Janeiro - já pensaram em desenvolver e que, por razões diversas, não conseguiram levar adiante.

O cantor Chico com sinal verde e um álbum excelente do MPB-4

No final de 1974, como sempre acontece, as gravadoras reservaram algumas boas edições de musica brasileira, com nomes de enfrentar o ex-maior (ufa!) fenômeno de vendas -a majestade (sem trono) Roberto Carlos, da CBS, cujos recordes de vendagem já começam a ser superado por gente de melhor nível, como Martinho da Vila . Ao lado das estrelas maiores da melhor MPB.

Os Cantores de Rádio

Como já acentuamos em comentário anterior, o fenômeno Secos & Molhados, quando conseguiu se transformar no grupo de maior aceitação da juventude ( e infância) vendendo milhares de cópias de discos, abriu os olhos das gravadoras para a necessidade de acreditar em gente nova, com boas propostas.

Artigo em 20.11.1974

Duas das melhores cantoras brasileiras estão com novos discos na praça desde ontem: Elis Regina e Maria Bethania.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br