Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS René Ariel Dotti

René Ariel Dotti

Em discos, fitas e livros, a história de nosso rádio

Quase que simultaneamente, a memória do rádio brasileiro foi enriquecida com duas novas produções - um álbum de cinco elepês trazendo a série de 10 programas produzidos há dois anos pela BBC de Londres e o robusto "Almirante - uma história do rádio e da MPB" de Sérgio Cabral (Francisco Alves Editora, 400 páginas).

Um reencontro de Baden com o amigo de 40 anos passados

Para compensar o frio e o mau tempo da sexta-feira, 27, o violonista Baden Powell teve uma grande e inesperada alegria no último dia em que esteve em Curitiba: o reencontro de um amigo de infância que não via há 15 anos. Das 11 às 18 horas, o nosso maior violonista passou na residência do historiador Wilson da Silva Boia, que, há 40 anos passados, quando o garoto Baden tinha 13 anos de idade e morava com seus pais, numa modesta casa na rua São Januário, no bairro de São Cristovão, Rio de Janeiro, ali se conheceram e - mesmo com a diferença de 10 anos de idade - fizeram uma sólida amizade.

Tributo a Zé Maria, o grande homem do teatro

José Maria Santos não morreu. Oito meses após aquele trágico 4 de janeiro que, tão tristemente, marcou o início do ano, quando o mais estimado profissional de nossos homens de teatro foi sepultado no Jardim da Saudade, seus amigos e discípulos reúnem-se neste sábado, para lembrá-lo em seus grandes momentos artísticos e, principalmente, promover uma grande manifestação para que o seu nome seja, definitivamente, dado ao teatro que idealizou e construiu na Rua 13 de Maio.

No campo de batalha

Devido a um erro de digitação, a abertura do Cine Ópera foi "atrasada" em 6 anos, conforme registro em nossa coluna de ontem: o luxuoso cinema na Avenida João Pessoa (hoje Luiz Xavier), no térreo do edifício Eloísa - construído pelo professor David Carneiro no final dos anos 30 - foi aberto em julho de 1941 (e não em 1947, como saiu) com o filme "Tudo Isto e o Céu Também" (All This and Heaven Too), que o russo mas radicado nos EUA, a partir de 1936) Anatole Litvak (1902-1975) realizou há 50 anos, com Bette Davis (1908-1989) no auge de sua carreira. xxx

Tinhorão, um cruzado em defesa de nossa cultura

"O cara que fala pode dizer que não disse. Mas o que escreve não pode dizer que não escreveu. Por isso, sou vulnerável. Tudo o que eu disse, escrevi" (José Ramos Tinhorão, um jornalista honesto). Difícil encontrar alguém com alguma ligação na música popular que não tenha ouvido falar em José Ramos Tinhorão. Seja para xingá-lo - a maioria - seja para saber reconhecer seus méritos, este santista de 62 anos - completados em 7 de fevereiro, 40 de imprensa, é o pesquisador e crítico mais famoso da música popular brasileira.

No campo de batalha

O prestígio da professora Cecília Maria Westphalen vai longe. Poucos sabem que ela integra o conselho editorial da editora Massananga do Instituto Joaquim Nabuco, em Recife, fundado por Gilberto Freyre. xxx Falando em conselhos, um mês antes de falecer, o professor David Carneiro pediu, oficialmente, seu desligamento do Conselho Estadual de Cultura. xxx Como o jornalista Walmor Marcelino também havia renunciado, o secretário René Dotti os substituiu pelo arquiteto e professor Fernando Carneiro (filho de David) e o juiz aposentado, poeta e ensaísta, Sérgio Rubens Sossela.

São Paulo terá 11 "teatros Barracão"

As boas idéias fazem escola: Na última terça-feira, 5, numa viagem ultra-rápida a São Paulo, o secretário René Dotti, da Cultura, e o superintendente da Fundação Teatro Guaíra, Constantino Viaro, ouviram da secretária da Cultura do município, professora e filósofa Marilena Chauí, a confirmação de que não apenas o Teatro Barracão, proposto informalmente por Viaro, será erguido numa praça na Vila Mariana, como a Prefeitura, entusiasmada com o projeto, decidiu, por sua conta, bancar o projeto para fazer 10 outras unidades semelhantes em diferentes pontos da cidade.

Um concerto internacional na quente tarde de domingo

Aquela sensação cultural, de grande metrópole no qual concertos de primeiro nível, acontecem à tarde, foi saboreada pelos espectadores que compareceram domingo no Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto: o concerto da Filarmônica de Moscou - o segundo em sua turnê brasileira - foi um dos acontecimentos mais importantes do calendário artístico deste ano e mesmo pagando ingressos a Cr$ 2.800,00, ninguém reclamou: raras vezes uma orquestra de tamanho nível artístico-profissional passou por Curitiba.

No campo de batalha

O secretário René Dotti tem um amigo comum que pode ampliar o canal com a recém-criada Secretaria da Cultura: é o jornalista Sebastião França, assessor da Embrafilme - e ex-assessor da Secretaria da Cultura no Paraná. No ano passado, França empenhou-se em divulgar no Paraná o furioso livro que Ipojuca Pontes escreveu denunciando erros da política cinematográfica brasileira: "O Cinema Dilacerado". xxx

Zuza, o homem certo para iluminar a nossa cultura

Luzes acendendo-se no final do túnel da cultura oficial: ontem, em Brasília, tomou posse como diretor do Departamento de Cooperação e Difusão Cultural da Secretaria de Assuntos Culturais, o jornalista José Eduardo Homem de Mello. Em menos de um mês, entre sua apresentação ao secretário da Cultura do governo Collor, Ipojuca Pontes, ao decreto com sua nomeação - publicado no "Diário Oficial da União" no dia 2 do corrente, Zuza - forma afetiva com que José Eduardo é conhecido - teve aprovação imediata de seu nome. E a repercussão pela escolha não poderia ser melhor. xxx
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br