Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Um Homem

Um Homem

Medo de Amar (I)

"e eu sinto o corpo mole e eu faleço quando você me bole e bole e mexe e mexe e me bate na cara, e em dobra os joelhos e me vira a cabeça mas eu não sei se quero ou se não quero esse insensato amor que eu desconheço e que nem sei se é falso ou se é sincero que me despe e me vira pelo avesso "(Suely costa, "Medo de Amar Nº 2", 1978) Personagens comuns, uma história como tantas outras, ambientes despojados e até um happy end. Com tantos elementos convencionais e que pode fazer de um filme como "Frankie & Johnny" (cine Lido I, 5 sessões) uma pequena obra prima?

O filme inédito de Martin Ritt

Falecido no final do ano passado, Martin Ritt foi uma das grandes perdas do cinema. Ao longo de 34 anos e desde sua estréia no maravilhoso "Um Homem tem Três Metros de Altura" (Edge of City, 1956) - o filme que consolidaria as carreiras dos então jovens John Cassavets (1929-1989) e Sidney Potier - Ritt desenvolveu uma filmografia séria e profunda.

Do país que ama o cinema, chegam os novos talentos

Os onze filmes de novos realizadores franceses que só agora começarão a ser conhecidos no Brasil representam uma ínfima parte da produção que hoje oscila entre 150/180 filmes naquele país. Hoje, o cinema francês ocupa de 35 a 40% do mercado, com os americanos naturalmente representando uma grande concorrência. Pela tradição de cultura cinematográfica e amor dos franceses pelo cinema, nem as mais cômodas atrações - vídeo, disco-vídeo, televisão a cabo, etc.

Operação França traz missão para renovar cinematografia

A Operação França para fazer com que o melhor da produção não só daquele país mas de outros pontos do mundo em que se faz bom cinema volte a ser vista no Brasil, deslanchada há uma semana no Rio de Janeiro incluiu duas mostras com um total de 40 filmes. Numa delas, retrospectiva, estão sendo exibidos no Rio de Janeiro e São Paulo (Curitiba, como outras capitais, ficará para uma segunda etapa) 16 títulos, entre alguns já distribuídos comercialmente e vários inéditos comercialmente.

Um conselho familiar traz Costa diferente

O atraso de cinco anos com que "Conselho de Cinema [Família]" (Cine Luz, 5 sessões) chega até nós não invalida este filme diferente na obra do grego-francês Constantino Costa Gavras. Rodado em 1985 e tendo estreado em Paris em 19 de março de 1986, "Conseil de Famille" surpreendeu aos que esperavam mais um ensaio político, dentro da linha de cinema denúncia que o transformou, desde 1968 - quando realizou "Z" - num verdadeiro cineasta de utilidade pública, pela coragem com que sempre abordou assuntos incômodos.

Ritt, um cineasta com três metros de altura

De toda uma geração que chegou a Hollywood nos anos 50 trazendo um aprendizado nos tempos pioneiros da televisão e com algumas passagens pelo teatro, Martin Ritt, um nova-iorquino que comemorou no dia 2 de março seus 71 anos, está entre os que mais se ajustaram a um cinema que, em três décadas e meia, tem se mostrado com a maior coerência intelectual sem desprezar um sucesso que lhe permitiu realizar 30 filmes que merecem no mínimo a classificação de bom - mas chegando várias vezes a obter a categoria de excelente.

Eldorado também para as melhores trilhas

Uma pergunta que os colecionadores de trilhas sonoras - uma confraria que se amplia cada vez mais no Brasil - não se cansam de repetir: por que a Warner não editou até agora a música de "Cinema Paradiso", de Giuseppe Tornatore, a obra prima do ano - sucesso tanto de público como de crítica e que vai encabeçar a lista dos melhores filmes do ano?

K'AN, uma revista da vanguarda londrinense

Londrina está dando um exemplo editorial de vanguarda. Numa iniciativa desprendida e corajosa de um grupo de jovens intelectuais daquela cidade, liderados por Marcos Losnak e Ademir Assunção, circula o terceiro número da revista K'AN, editada e produzida por Baractas Produções Artísticas (Rua Benvenuto Petrin 185, CEP 86028). Com 36 páginas, excelente apresentação gráfica - do próprio editor Losnak - e produzida graças ao apoio da Assessoria de Relações Universitárias da Universidade Estadual de Londrina, deveria ter distribuição nacional a cargo da Brasiliense. xxx

Sessentão Oscar, com todo o seu marketing

Nesta semana de Oscar - com 4 dos 35 filmes que obtiveram alguma nominação para a mais famosa de todas as premiações da indústria cinematográfica em exibição na cidade - é natural que o interesse do público, alimentado pela grande imprensa se volte a esta promoção da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood que, há 60 anos, se dedica a galardoar os que seus membros entendem como os melhores de cada ano.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br