Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Sale Wolokita

Sale Wolokita

A Estadual mantém programação mas ouvintes estranham hora religiosa

A coluna em que denunciamos a mudança da programação da Rádio Estadual do Paraná - que na busca de melhor Ibope ameaçava substituir a difusão do que há de mais significativo na música (nacional e internacional) pelo brega e som de consumo, felizmente teve repercussão. A secretária Gilda Poli, da Cultura - pasta à qual está subordinada a Fundação Rádio e TV Estadual do Paraná - recortou a coluna e despachou à direção da emissora, com algumas observações. xxx

Uma pesquisa sobre a memória dos bairros

A preservação da memória de uma nação depende de esforços isolados e geralmente idealistas de pessoas que se preocupam com documentos, depoimentos, ilustrações, imagens e, especialmente, vozes do que fizeram, cada um seu papel, a história nem sempre oficial.

De mulheres, vozes, esculturas e noite

Algumas mulheres em destaque profissional, pelo trabalho, talento e entusiasmo, merecem destaque neste início de semana. De princípio, duas vozes divinas, a goiana Angela Barra, 32 anos, recém-chegada da Venezuela - onde entre 26 candidatas foi a vencedora de (mais um) concurso internacional de canto lírico - e a curitibana Denise Sartori, 30 - única latino-americana selecionada para disputar o próximo concurso de canto Luciano Pavarotti (1992, nos Estados Unidos) tornaram mais musical a manhã de domingo, como solistas do concerto da Orquestra Sinfônica do Paraná.

Laís traz Sivuca e Glória para shows

Laís Mann é daquelas mulheres em permanente estado de criação. Atriz em sua juventude - há 26 anos, quando Flávio Tambelline (19-27-1976) veio a Curitiba aqui rodar um dos episódios de "Um uísque antes... um cigarro depois", foi escolhida pra um dos principais personagens, Laís se revelaria, nos anos 70, como uma das nossas mais brilhantes tv-women, dividindo com Jamur Junior e Jota Jota, o programa "Show de Jornal" com o qual a TV-Iguaçu fez a mais corajosa oposição ao atrapalhado governo Haroldo Leon Perez.

Jornalista, dramaturgo e cronista de nossa cidade

Embora os registros da morte de Eddy Antônio Franciosi tenham citado apenas como ex-colunista social, o seu trabalho de jornalista foi muito além. Repórter antes de tudo, foi autor de duas séries de reportagens que marcaram época. Vestindo-se e maquilando-se como mendigo, percorreu durante dois dias as ruas de Curitiba para sentir de perto, como a população tratava - e como viviam - os pedintes nos anos 50.

Eddy, o intelectual que o Paraná perdeu

"Não se pode morrer na metade do quinto ato" (Henryk Ibsen - 1828-1906; "Peer Gynt", ato V) A primeira peça que assisti no auditório Salvador de Ferrante foi "Seu Nome Era Joana". Verão de 1958. No palco, a história da donzela de Orleans - num magnífica atuação de uma jovem amadora, Astrid Rudner (por onde andará hoje?) tinha uma luminosidade e vibração ao meu provinciano olhar de quem começava a ver o que era uma montagem teatral. Guardei não só o impacto daquele peça encenada pelo então ativíssimo grupo de teatro mantido pelo Sesi como o nome do autor.

No campo de batalha

Com o tema "Curitiba em Julho", o Museu da Imagem e do Som abre nesta sexta-feira uma mostra de 60 fotos dos alunos que fizeram curso com Geraldo Magella, além de uma secção de trabalhos de fotógrafos convidados, entre os quais Tiomkin (Osval Siqueira Filho), Guto Andrade, Antônio D'Alves e Pitela. Na abertura da exposição, uma performance de Edilson Viaro, com o título "Uma Canção para os Náufragos". xxx

No campo de batalha

Devido a um erro de digitação, a abertura do Cine Ópera foi "atrasada" em 6 anos, conforme registro em nossa coluna de ontem: o luxuoso cinema na Avenida João Pessoa (hoje Luiz Xavier), no térreo do edifício Eloísa - construído pelo professor David Carneiro no final dos anos 30 - foi aberto em julho de 1941 (e não em 1947, como saiu) com o filme "Tudo Isto e o Céu Também" (All This and Heaven Too), que o russo mas radicado nos EUA, a partir de 1936) Anatole Litvak (1902-1975) realizou há 50 anos, com Bette Davis (1908-1989) no auge de sua carreira. xxx

No campo de batalha

Mais uma escola de música na cidade: a pianista Márcia Gomes Silva reuniu seus trocados, alugou um conjunto num prédio na Avenida N. S. da Luz, 17, e inaugurou dia 6 o Mozarteum. Agora é ver se há professores a altura do nome escolhido. xxx No hall do Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto, uma didática mostra de 102 fotografias organizadas pelo Goethe e o Museu Alemão do Teatro de Munique sobre as grandes montagens cênicas feitas na Alemanha. xxx
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br