Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Wood Allen

Wood Allen

Crônica da terra distante

Nesta semana apenas uma estréia acontece: "Avalon", de Barry Levinson (Cine Ritz), que concorre ao Oscar nas categorias de trilha sonora (Randy Newman), fotografia (Allen Daviau), roteiro original (Levinson) e figurinos (Glória Gresham).

Finalmente amanhã: ... e o Oscar vai para...

Filme - "Tempo de Despertar" (Awakenings), Columbia; "Dança com Lobos" (Dances with Wolves), Orion; "Ghost, do outro Lado da Vida" (Ghost), Paramount; "O Poderoso Chefão III" (The Godfather), Paramount; "Os Bons Companheiros" (Good Fellas), Warner Bros. Direção - "Dança com Lobos" (Dances with Wolves), Kevin Costner; "O Poderoso Chefão III" (The Godfather), Francis Ford Coppola; "Os Bons Companheiros" (Good Fellas), Martin Scorcese; "The Grifters", Stephen Frears; "O Reverso da Fortuna" (The Reversal of Fortune), Barbet Schroeder.

Encontro marcado com o jazz de Fernando Sabino

Os cariocas ainda não descobriram. Ainda bem! Se já tivesse tornado modismo, as jam-sessions da happy hour dominical do Gula Bar, no Marina Palace Hotel, no Leblon, RJ, não teriam a tranqüilidade e clima de encontro de amigos com quem vem sendo caracterizada há dois meses. Em pouco tempo, seus 60 lugares passariam a ser tão disputados quanto são os do Michael´s Pub, em Nova York, às segundas-feiras, quando ali se apresenta um clarinetista chamado Woody Allen, também cineasta.

Ritt, um cineasta com três metros de altura

De toda uma geração que chegou a Hollywood nos anos 50 trazendo um aprendizado nos tempos pioneiros da televisão e com algumas passagens pelo teatro, Martin Ritt, um nova-iorquino que comemorou no dia 2 de março seus 71 anos, está entre os que mais se ajustaram a um cinema que, em três décadas e meia, tem se mostrado com a maior coerência intelectual sem desprezar um sucesso que lhe permitiu realizar 30 filmes que merecem no mínimo a classificação de bom - mas chegando várias vezes a obter a categoria de excelente.

As opções nas telas

O romantismo erótico ao estilo de "9 ½ Semanas de Amor", de "Uma Linda Mulher" (Cine Astor, 5 sessões), venceu o marketing de "Dick Tracy": enquanto apenas 6.369 espectadores foram, na primeira semana, assistir a colorida transposição que Warren Beatty fez do herói das HQs para o mais badalado filme do ano, nos Cines São João (2.375 espectadores) e Bristol, "Pretty Woman", de Garry Marshall, com Richard Gere e Julia Roberts (a revelação de "Magnólias em Flor"), teve 7.070 espectadores - o que considerando a capacidade do Astor (500 lugares) dá uma média que garantirá sua permanência

Criança, o melhor marketing visual

"Cinema, a melhor diversão para a família!" O que? Numa época em que as mais violentas imagens chegam as telas e o sexo explícito deixou de ser novidade, alguém pode ainda acreditar no cinema (assim como, de certa forma, na televisão) como lazer familiar?

A universalidade de Allen e sua "Aldeia"

Na proporção em que sua obra vem adquirindo uma importância cada vez maior, deixando há muito apenas a imagem de cronista visual do american way of life, o cinema de Woody Allen passa a atingir um nível que, ao espectador deste final de século, tem que ser visto e entendido numa extensão bem mais ampla do que o simples entretenimento.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br