Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Paulinho da Viola

Paulinho da Viola

No campo de batalha

O SESC da Esquina continua, generosamente, abrindo seus espaços para novos artistas. Agora 26 pessoas, de diferentes estilos, formações e, naturalmente, talento, estarão mostrando seus trabalhos à partir do dia 6. É o chamado Grupo ArtEsquina, com 21 mulheres e 5 homens. Há nada menos que cinco Marias no Grupo: Maria Clara Teixeira de Freitas, Maria de Lourdes Czellumskia, Maria Leonir dos Anjos, Maria Tereza Costa e Ana Maria Comodo. xxx

Paulinho da Viola, a resistência da MPB

Há quatro anos que Paulinho da Viola não lança disco novo. E há quase dois que não vem à Curitiba. Sua última apresentação foi no SESC da Esquina, modestamente, quase desapercebido. Portanto, sua única apresentação, hoje à noite (21 horas, auditório Bento Munhoz da Rocha Neto) tem uma especial significação: nos traz, a (rara, portanto) chance de aplaudir um dos mais importantes nomes da MPB. Qual é o melhor Paulinho? O compositor? O instrumentista? - além do violão, também o cavaquinho e mesmo o bandolim? Ou o cantor, voz afinadíssima, suave, redonda, como poucos?

Jards, um coringa da MPB, em grande forma

Uma das melhores notícias deste ano de 1987 foi o retorno à cena de Jards Macalé (Jards Adet da Silva, Rio de Janeiro, 03/03/1943). Compositor, cantor, produtor musical, agitador de eventos, o bom Jards atravessava uma fase pesada, com mil problemas pessoais, o que o fez permanecer afastado dos discos e dos shows.

No campo de batalha

Amanhã, segunda-feira, um grande concerto no auditório Bento Munhoz da Rocha Neto: a Orquestra de Câmara da Rádio e TV Polonesa, sob regência da maestrina Agnieska Duzmal e tendo como solista o violinista Jerzy Milewski. xxx Na ocasião, o lançamento do álbum com "As Quatro Estações", de Vivaldi, gravado na Polônia, há poucos meses e cuja edição no Brasil foi bancada por Milewski, que se considera um polono-brasileiro. Ele é casado com a pianista Aleida Schweitzer, catarinense de Caçador, mas que residiu muitos anos em Curitiba, aqui iniciando sua carreira artística. xxx

Samba da velha guarda graças ao japa Tanaka

Parece piada, mas é verdade: foi necessário que um japonês, apaixonado pela MPB viesse ao Brasil, com os bolsos recheados de yens, para que a Velha Guarda da Portela, Nelson Sargento e Wilson Moreira, legítimas expressões de nosso melhor samba, fizessem novos discos. Pois é!

Gaya, o homem que sabia dos ritmos

Em março de 1985, num sábado de muito sol, Gaya reencontrou-se com Hermínio Bello de Carvalho, que às vésperas de seu 50º aniversário, passava por Curitiba. Um almoço descontraído e amigo, que, por uma daquelas felicidades tecnológicas, teve seu aperitivo registrado em vídeo pelo Sérgio Fisbein, compositor e amigo maior, que havia trazido um Panasonic compacto dos Estados Unidos e estava, eufórico, gravando em som & imagens tudo o que era possível.

No campo de batalha

A catarinense Lair Leoni Bernardoni sabe trabalhar em termos promocionais: suas fotos já foram mostradas em 15 individuais no Brasil e depois de levadas a Montevidéu, Buenos Aires e Assunção (1984), Madri e Roma (1986) estão agora em exposição, na galerie Debret (28, rue La Boétie, Paris, 8éme ), desde o último dia 23 de junho. xxx O catálogo, riquíssimo, teve patrocínio do Boticário, que vem apoiando as exposições de Lair não só no Brasil, mas também no exterior. E além do Boticário, também a Labra e a Varig deram apoio para que esta sua mostra chegasse aos parisienses. xxx

Kuarup, uma receita de trazer a melhor música

O ex-jornalista Mário Aratanha é o exemplo do produtor-revelação nestes últimos anos. Foi durante anos um dos mais respeitados profissionais da imprensa brasileira, com longa atuação no "Jornal do Brasil", em especial. Assumindo a divulgação do Ballet Stadium - um dos grupos de dança mais importantes do país, integrou-se tanto ao seu trabalho que evoluiu para o gerenciamento de projetos artísticos, tornando-se mais do que um simples empresário artístico, um verdadeiro manager.

No campo de batalha

Hélio Schulmann, médico formado pela Universidade Federal do Paraná, é um dos grandes especialistas em radiologia. Fez cursos de pós-graduação na Inglaterra, trabalhou junto a renomadas equipes, mas ao voltar à Curitiba, acabou optando por uma atividade totalmente oposta: a criação de carpas. Exatamente como seu pai, Saul, é um dos maiores criadores do Sul, tendo transformado um hobbie em próspera atividade, Hélio entendeu que isto lhe renderia mais e acabou deixando o diploma e a especialização de lado e partindo para a iniciativa privada. xxx

Geléia Geral

Moacir Machado é um dos mais experientes record-men da indústria fonográfica. Depois de ser o poderoso diretor artístico da Odeon durante anos passou pela Continental, estruturou a Pointer e, há 4 meses está formando uma nova etiqueta - a 3M, associada a RCA e com vários selos. Assim, com sua experiência do mercado, Machado procurou formar um elenco diversificado, capaz de apresentar bons resultados comerciais evitando o que aconteceu na Pointer, que apesar de milhões investidos por José Maurício Machline - filho do dono da Sharp, acabou sendo desativada devido aos prejuízos acumulados.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br