Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Verinha Walflor

Verinha Walflor

Santo Morales e o bolero que sempre embala amores

Vamos ser sinceros! Quem, na faixa acima dos 35 anos, que ainda prefere a boa bebida ao invés da droga, a música com harmonia ao [ensurdecedor] rock-pop etc. e ainda acredita que melhor do que uma mulher (ou homem, no caso das mulheres) só em dose dupla, que não encontra o momento certo para ouvir um bom bolero?

A solidariedade que ressuscitou Renato

Dedicando-se exclusivamente a administrar a carreira e os negócios de Luiz Gonzaga Júnior, através de sua editora Moleque, Renato Manoel Costa já vinha estruturando, em termos legais, a Fundação Asa Branca, no patrimônio que Luiz Gonzaga havia destinado, na cidade de Exu, 700 km do Recife, para sediar um generoso projeto cultural.

No campode batalha

Discretamente, o engenheiro Cassio Taniguchi, presidente do Instituto de Pesquisas e Planejamento Urbano de Curitiba, viajou para a Alemanha. Sua assessoria não ofereceu detalhes da viagem mas a informação é de que ele e a esposa, a empresária Marina, "viajaram de férias". O casal retorna dia 24. xxx

Leo, um som com novas cores em nossa música

Dentro da valorização instrumental que tem sido um dos (poucos) aspectos positivos dentro da MPB, o carioca Leo Gandelman é um exemplo da soma do Talento + estudo + disciplina num resultado ótimo. Dono de um sopro belíssimo, este filho de imigrantes russos/ucranianos/lituanos chega a condição de encontrar um público fiel, que, amanhã deverá comparecer ao auditório Bento Munhoz da Rocha Neto para lhe aplaudir como merece (única apresentação, ingressos entre Cr$ 3 a 6 mil).

De Montenegro a Parker, o som chega com imagens

O cantor-compositor Oswaldo Montenegro, que está lançando seu terceiro elepê na Sigla ("Vida de Artista") e hoje, às 21 horas, faz uma apresentação no Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto - em produção de Verinha Walflor - está também em vídeo - o que confirma sua popularidade. A Globo Vídeo / Apoio Vídeo editou o show gravado ao vivo na Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional, com direção de Marcus Vinícius e com um repertório que inclui várias faixas que estão também no repertório de seu elepê colocado agora na praça. xxx

A arte de Veloso na dança com "O Corpo"

Fernando Veloso, 62 anos, um dos nomes mais conhecidos das artes plásticas do Paraná, finalmente vai conhecer o trabalho de seu mais famoso homônimo, o mineiro Fernando Veloso, como ele também pintor. Só que não será em nenhuma exposição, mas sim no palco do Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto. É que o Fernando Veloso mineiro é o cenógrafo do grupo Corpo - hoje a mais prestigiada companhia de ballet do Brasil - estará fazendo em promoção da incansável Verinha Walflor.

Renata Valentine

Iniciando atividades com força total, a elétrica Verinha Walflor promove hoje e amanhã as apresentações do "Plural" com Gal Costa (Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto) e prossegue de quinta a domingo, já no Auditório Salvador de Ferrante, com a estréia nacional de "Shirley Valentine", monólogo do inglês Willy Russel, que valeu o sucesso a então desconhecida (fora de Londres) Pauline Collins - também estrela do filme de Lewis Gilbert e que teve a indicação ao Oscar de melhor atriz em 1990 (perdeu para Jessica Tandy por "Conduzindo Miss Daisy").

Miguel, filho de peixe do sax, emocionou no Guairão

O saxofonista Leo Gandelman, não poderia estar mais feliz na noite de quarta-feira, após o seu único concerto no Guaíra: auditório quase lotado, eufórico, aplaudindo as músicas de seu novo elepê ("Visões", Polygram). No final, um momento de emoção: seu filho, Miguel, oito anos, fez um improviso de 10 minutos de "Stella by Starlight" que arrancou lágrimas dos espectadores.

Beth, Marina e Leila, as vozes deste final de ano

Entre a choradeira das gravadoras, mais do que nunca queixando-se de uma natural (e até justa) retração dos consumidores frente ao empobrecimento cada vez maior da classe média - que normalmente se constituía numa faixa-alvo dos negócios fonográficos - mesmo os chamados "grandes lançamentos" de final de ano estão sendo repensados. Este ano, não teremos um álbum de prestígio de Chico Buarque ou Edu Lobo, o (ótimo) disco de João Bosco ("Zona da Fronteira", Sony) já saiu em outubro e a esperança, qualitativamente, é o novo álbum acústico de Milton Nascimento.

Adriana, retrato da artista ainda jovem

Quase três anos de uma carreira nacional ainda não foram suficientes para acabar com a timidez de seus tempos de colegial. Uma timidez tão grande que, à primeira vista, pode passar a imagem de (mais) uma estrela afetada pelo sucesso rápido e que se esconde atrás de longos silêncios, respostas quase monossilábicas e um pavor de enfrentar o público que não seja aquele que está na platéia, na hora de sua apresentação.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br