Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Sete Quedas

Sete Quedas

Observatório

Na sexta-feira, dia 15, o sr. Ernst Mann, dono da principal agência de turismo de Guaíra, telefonou a Clovis Borges, diretos da Segrap – empresa especializada na confecção de cartões postais, encomendado nada menos que 50 mil cópias de post-cards com imagens as 7 Quedas.

O cineasta que se preocupa sempre com o meio ambiente

Por sua formação de ecologista, desenvolvida principalmente na Alemanha nos anos 60/70 - quando ali foi estudar e se iniciou profissionalmente no jornalismo cinematográfico e para a televisão, Frederico Fullgraf tem realizado toda uma obra voltada a natureza e ao ambiente. Para documentar o fim das Sete Quedas, em 1982, (*) organizou um "Kuarup" ecológico, documentando-o em belíssimas imagens - que num documentário de 10 minutos, utilizando como texto apenas o poema de Carlos Drummond de Andrade na interpretação da atriz Lota Moncada, mostrou toda a beleza que a Usina de Itaipu destruiu.

O cineasta voltado aos grandes temas

Frederico Fullgraf terá como assistente de produção para seu making off da telenovela brasileira uma das mais competentes cineastas / videastas brasileiras: Eunice Gutman. Autora de documentários premiados como "A Rocinha tem Histórias", batalhadora pelos direitos femininos - e com uma obra voltada sempre a valorização da mulher em termos profissionais (seu último vídeo é sobre a deputada petista Benedita Silva), Eunice tem sido uma das presenças mais marcantes em festivais, seminários e encontros nos quais se discutem os caminhos da produção audiovisual no Brasil.

No campo de batalha

De volta a Curitiba após ter feito o mestrado na área de antropologia da Unicamp, Selma de Castro retornará também a noite musical. Em negociações com Clóvis, proprietário do Bar Tulipa Negra (Rua Fernando Moreira, 550) para ali fazer bom jazz nas noites de segunda-feira. O que será uma opção aos que curtem a música mais criativa. xxx

As perspectivas que se abrem para a economia

Dentro de algum tempo - difícil prever datas, na dinâmica com que as coisas podem modificarem-se e acontecerem - não está fora de cogitação uma etapa de transformação turística dos 8 municípios lindeiros de Itaipu como o chamariz de um novo litoral paranaense.

Agora aproveitar a nova realidade

Os paranaenses ainda não descobriram a grandiosidade - e, naturalmente - as potencialidades do lago de Itaipu. O que não é de estranhar. Afinal, durante muito tempo o Rio Paraná era, para os próprios municípios ribeirinhos da margem esquerda, um simples limite físico, nos "fundos" de seu território.

As imagens de Foz para que o mundo a conheça

Demorou mas saiu. O mais esperado livro-arte do ano finalmente começa a ser conhecido, admirado e, naturalmente, disputado: "Foz do Iguaçu", com fotografias de Orlando Azevedo, abrindo a coleção "Nossa Terra", do Bamerindus, deixa os depósitos da Umuarama, onde os 5 mil exemplares estavam guardados há quase 60 dias e começam a serem distribuídos, criteriosamente, para clientes especiais, imprensa nacional, autoridades e também no Exterior.

Um pioneiro no vídeo

Nove documentários de curta e média-metragens de Syvio Back estão sendo lançados em vídeo, como também o livreto "No Cinema Inoculado" - uma edição de 1500 exemplares a propósito de lançamento dos documentários, reunidos em 3 módulos de cerca de 75 minutos cada um. A publicação e o lançamento de documentários em vídeo são inéditos no país. A iniciativa, da CDI - Cinema Distribuição Independente, de São Paulo, abre o inédito projeto "Cinevídeo", que visa, com apoio da Fundação Ford, tornar acessível em vídeo a melhor produção de documentários brasileiros.

Glass inspira-se em Itaipu para compor sua nova ópera

O cineasta Alberto Graça, mineiro de Montes Claros, foi o primeiro a pensar numa superprodução ambientada em Itaipu, com seqüências espetaculares e uma trama movimentadíssima. Entretanto, o projeto foi arquivado - enquanto ele preferia trabalhar em filmes menos ambiciosos. Agora, entretanto, há um projeto mais viável - e já em andamento - que retoma Itaipu como tema: uma ópera sobre uma história de amor.

Cinecologista Fred agora na guerrilha dos verdes

Mesmo tendo congelado o projeto de longa-metragem "Alemão Batata" - um grande painel sobre a colonização germânica no Sul do Brasil - e com a produção de um média-metragem sobre a questão nuclear em compasso de espera devido do "desmonte" financeiro da Embrafilme, o cineasta Frederico Fullgraf não pára de filmar. Nesta semana esteve em Brusque, fazendo seqüências para um vídeo de média-metragem sobre a história da Igreja Luterana no Brasil.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br