Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Paul Mazursky

Paul Mazursky

O Coelho do Paraná nas telas do mundo

O curitibano Ariel Coelho está agradando as audiências internacionais. Com seu tipo físico marcante, o ator formado pelo Curso de Arte Dramática da Fundação Teatro Guaíra e que teve nas peças de seu amigo Antônio Carlos Kraide as primeiras chances de aparecer no palco, vem sendo requisitado para as produções internacionais rodadas no Brasil. Em 1985 o inglês John Boorman o escolheu para fazer um padre que aparecia com destaque (inclusive alguns diálogos) em três seqüências de "A Floresta das Esmeraldas" (The Esmerald Forest).

Os melhores filmes fracassam nas bilheterias de Curitiba

Dois dos melhores filmes do ano foram vistos por menos de 500 espectadores. E dificilmente voltarão a ser exibidos em Curitiba. Por uma curiosa coincidência, ambos abordando a questão da educação: em "O Preço do Desafio" (Stand and Deliver), de Ramon Menendez (cerca de 100 espectadores em uma semana no Cinema I), Edward James Olmos (indicado ao Oscar de melhor ator 89) é o professor Jaime Escalante que enfrenta a barra pesada de um colégio de subúrbio em Los Angeles e consegue resultados fabulosos de um grupo de jovens motivados para uma dificílima matéria.

Colegas esqueceram a homenagem para Kraide

Pelo menos durante uma década, Antônio Carlos Kraide (Piracicaba, 1-06-1945-Curitiba, 19-01-1983) viveu em nossa cidade. Aqui fez e viveu teatro - de seus tempos de aluno do curso de Arte Dramática da Fundação Teatro Guaíra até o mais criativo (e promissor) diretor revelado nos anos 70, com uma carreira brilhante e que uma morte brutal - um assassinato até hoje nunca esclarecido devidamente - veio interromper há três anos.

Nenhuma estréia mas voltam muitos filmes de qualidade

Início de ano, programação cinematográfica tranqüila. Permanecem em cartaz os lançamentos de maior apelo popular feitos no Natal e voltam muitas reprises. Partindo do raciocínio de que todos estão em férias, os exibidores não se arriscam com grandes novidades, preferindo programas de censura livre. Só que desenhos e filmes ingênuos não funcionam nos horários da noite e assim temos programações duplas.

Bivar faz suas listagens com ironia e muito humor

Irreverente e criativo, Antônio Bivar, jornalista e dramaturgo, dedicou 17 páginas do número 10 da revista "A-Z" (dezembro/87, Cz$ 100,00) a um delicioso "Hit-Parade 87" no qual inovou em termos de listagem das 10 melhores (ou piores), com indicações das mais interessantes. Para começo de conversa, apontou "as melhores pin-ups", entre as quais mulheres fascinantes como Luma de Oliveira, Leila Richers, Xuxa, Malu Mader, Lídia Bronde e Maitê Proença.

As memórias de Sônia dos tempos do Paraná

Produtor veterano, acostumado aos bastidores da televisão (foi um dos pioneiros na produção de teleteatro em Curitiba e Porto Alegre) Valêncio Xavier ficou impressionado com a extrema organização na produção de "Moon Over Parador", cujas filmagens assistiu, na semana passada, em Ouro Preto. Especialmente para gravar uma entrevista com a atriz Sônia Braga, Valêncio passou algumas horas em Ouro Preto - cidade na qual a equipe de Paul Mazursky permaneceu por três semanas, fazendo importantes seqüências. Valêncio foi recebido com a maior simpatia pela atriz de "O Beijo da Mulher Aranha".

Teorema com luxo em Beverly Hills

"Ridento castigat moris" (provérbio latino) Antes de tudo é preciso conservar o bom humor. Ou como dizem os irreverentes, às vezes é melhor perder um (falso) amigo do que uma boa piada. Paul Mazursky, 56 anos - que começou no cinema interpretando o adolescente rebelde Emmanuel Stoker, um dos alunos transviados que infernizavam a vida do professor Richard Dadier (Glenn Ford) num clássico renovador do cinema americano ("Sementes da Violência/The Blackboard Jungle", 1955, de Richard Brooks) é hoje, três décadas depois, ainda um contestador de valores fixados no american way of life.

Nenhum lançamento. Mas volta Cidadão Kane.

Mais uma vez temos uma semana sem lançamentos. Em compensação, ao programa de continuações e reprises deste final de férias, para a próxima quinta-feira, 27, estão programadas duas excelentes estréias - "O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas", de Joel Schumacher e "A Lei de Quem Tem o Poder", de Bertrand Tavernier, além do retorno, em cópia nova, do melhor filme da história do cinema: o clássico "Cidadão Kane", de Orson Welles.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br