Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Patrimônio Histórico

Patrimônio Histórico

O museu do disco na mansão dos Lacerdas

Sergio Leone – por favor, não confundir com o famoso diretor de bang-bang da Itália, mas sim o alcaide lapeano, vai ganhar um antigo casarão, totalmente restaurado, mas para o qual não há ainda um destino definido totalmente. Depois de marchas e e contramarchas, finalmente o Patrimônio Histórico e Artístico da União assumiu o casarão da família Lacerda, na praça Coronel Joaquim Lacerda 61, em frente ao Panteon dos Heróis.

O moinho de Ivens

Ivens de Jesus Fontoura poderia preencher o item "profissão" nas fichas que assina com quase uma dúzia de palavras. Afinal, se basicamente é professor universitário – na Escola de Música e Belas Artes e no curso de Comunicação Visual da Universidade Federal do Paraná – sua criatividade nunca o permitiu ficar apenas no simples magistério.

As sedes da Prefeitura, uma história a espera de edição

Se alguém pretender saber algo sobre os prédios que sediaram a Prefeitura de Curitiba desde que o município existe, é inútil se dirigir a própria. Embora existindo uma Fundação Cultural / Secretaria Municipal de Cultura, com uma diretoria de Patrimônio Histórico - dirigida, aliás, com competência, por uma das mais estimadas jornalistas da cidade, Maí Nascimento Mendonça - até hoje nunca houve preocupação de se catalogar todas as referências sobre a história física da Prefeitura.

No campo de batalha

Filho de Oswaldo Massaini, o mais ativo produtor de cinema paulista nos anos 50/60, Aníbal Massaini Neto é o novo presidente do Sindicato da Indústria Cinematográfica do Estado de São Paulo - entidade que já vinha dirigindo interinamente há alguns meses. xxx Os novos diretores tomaram posse na segunda-feira, 11, e estarão dirigindo o Sindicato pelos próximos três anos. O único problema é que a produção está praticamente parada há mais de um ano. xxx

Quando os cupins ajudam a perda de nosso patrimônio

A existência de mais de 15 herdeiros e a impossibilidade de construir na área um edifício capaz de oferecer compensações a todos os membros da família, levou os Gomm nas vésperas do Natal de 1986, a aceitar a proposta formulada pelos empresários Salomão Soifer e Gustavo Daniel Berman em pagar Cr$ 21 milhões pelo imóvel. Associados em lucrativos empreendimentos - Soifer e Berman tinham nas mãos uma detalhada pesquisa de mercado que garantia como um novo sucesso a ocupação daquela área para um moderníssimo clube de características especiais. Explica Salomão:

Graças a lei de Tulio, o teatro é José Maria

Nem o deputado (e vice-prefeito) Algaci Tulio, nem o governador Roberto Requião foram amigos íntimos do ator José Maria dos Santos. Conheceram, naturalmente, o mais profissional dos homens de teatro que o Paraná já teve, admiravam sua resistência e independência artística, e como milhares de outras pessoas, sentiram a sua morte há 19 meses passados.

No campo de batalha

Com exceção de "A História do Futebol Paranaense", de Helenico (Francisco Cardoso), bem intencionada mas, naturalmente, incompleta visão geral do esporte no Paraná, é pobríssima a bibliografia especializada. Portanto, meritório o trabalho que Heriberto Ivan Machado, 38 anos, paranaense de Santo Antônio do Sudoeste, há 10 em Curitiba, professor de Inglês e Literatura do Colégio Bento Munhoz, vem fazendo há anos: um completo estudo sobre o Clube Atlético Paranaense, do qual é torcedor desde 1966 e atualmente seu diretor do Patrimônio Histórico. xxx

Templo das Musas renasce (mesmo sem ajuda oficial)

Não houve reinauguração oficial. Nem seria o caso. Afinal, foi com ajuda de um pequeno grupo de associados - e doações anônimas (que assim desejam permanecer) - que o Templo das Musas, no bucólico bairro da Vila Isabel, ressurgiu das cinzas.

No campo de batalha

A Pontifícia Universidade Católica do Paraná foi a única instituição que distribuiu um cartão de Páscoa com uma epígrafe extraída de "romanos 8, 31-32": "Se Deus é por nós, quem será contra nós? Deus, que não poupou seu próprio Filho, mas por nós todos O entregou, como não nos dará também com Ele todas as coisas?" xxx

Terra e índios, a presença do real na festa da ilusão

Terra & índio. Uma temática que tem caracterizado a inquietação de uma nova geração de cineastas, revelada em curtas e médias metragens - infelizmente ainda restritos ao circuito dos festivais e espaços especiais. Cada vez mais o que se poderia chamar de Cinema do Real - com documentários voltando o olhar para problemas sociais caracteriza (e valoriza) o trabalho de realizadores.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br