Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Santa Maria

Santa Maria

Premiados em Jacarezinho

Fábio Jabur de Noronha e Gabrielle Gomes, ambos pintores de Curitiba, conquistaram os dois maiores prêmios do 18º Salão de Artes Plásticas de Jacarezinho, no valor de um milhão de cruzeiros. Tânia Tokairin, de Londrina e Donizet, de Jacarezinho, ficaram com os prêmios de quinhentos mil cruzeiros.

Jacarezinho prepara festa com disk-Texas

Até um telefone especial, o Disk Texas (0437) 22-0232, está em ação para os vinte dias da Festa do Texas, um acontecimento anual na época de férias de julho na cidade paranaense de Jacarezinho.
Tags:

No campo de batalha

Muitos pais, com toda razão exibindo sorrisos Kolynos pela aprovação de seus filhos nos vestibulares. Mais do que ninguém, o casal Hélio e Clotilde (Branco) Germiniane - ele professor de cardiologia da UFP, ela da Microbiologia Faculdade Evangélica e também da UFP, com maiores razões ainda de alegria: o filho, Francisco Manoel, 18 anos, conseguiu tríplice aprovação: nos vestibulares de medicina das Universidade Federal e Evangélica e na Faculdade de Direito de Curitiba. E está ainda na lista de espera da UNICAMP, onde também prestou exames. xxx

Pintando o sete

Mário Barros, 41 anos, gaúcho de Santa Maria mas curitibano por opção, vem se destacando cada vez mais nas artes plásticas. Já com um bom curriculum - presença em várias coletivas e uma dezena de premiações nos últimos anos, Barros inaugura na próxima sexta-feira, 20, sua individual no hall de exposições da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. O catálogo traz uma objetiva apresentação de Laura Miranda sobre a arte de Barros, que foi também quem fez a capa do livro "Brasil antes do Descobrimento". xxx

Três vídeos do Paraná em disputa no I FENAVI

Vitória - Três vídeos de Tiomkim (Oswal Dias Siqueira Filho), 35 anos, e Beto Carminatti, 28 - representam o Paraná no I Festival Nacional de Vídeo de Vitória, iniciado ontem nesta cidade.

Na Cabral, o triângulo em que se perdiam de amores

"Um grande destaque na noite curitibana foi o chamado Triângulos das Bermudas onde, literalmente, desapareciam maridos e noivos a exemplo do que acontecia naquele trecho geográfico que se notabilizou pelo sumiço de aviões e de navios. Por ali funcionava, também além do bar Stuart, o Graceful da Elvira, ponto de muito faturamento garantido pelas belas mulheres que se renovavam no calendário noturno. Era gerenciado pelo Vitório, alto, forte, de modos rudes escondendo grande bondade, tendo como maitre Luizinho e Pinguim (*) como atencioso porteiro.

Foz, um festival para aproximar as fronteiras culturais latinas

O advogado Osmar Koehler, 52 anos, catarinense de Canoinhas mas curitibano por adoção - aqui vive desde 1957, quando chegou para estudar na UFPR, convidou dois casais amigos e enfrentou a bordo de sua confortável F-, cabine dupla, os buracos da BR-277 para passar o último fim-de-semana em Foz do Iguaçu. Finalidade: assistir ao Acordes Cataratas.

A querência querida nos "causos" que o "seo" Manoel sabe contar

O "seo" Manoel é um grande contador de estórias. Quem tem o privilégio de ouví-lo lembrar fatos vividos e sentidos, ao longo de seus 80 anos - comemorados no último dia 22 de março - sempre sai com a sensação de querer mais. Como uma de suas maiores admiradoras, a jornalista Antonia Schwind, "suas mãos vão desenhando no ar os cenários. Olhos espertos e sorriso terno, puxa cuidadosamente o fio das emoções dos seus ouvintes. Após uma passagem mais triste, certamente explode a gargalhada".

O nosso "Totó" do Luz que amava a máquina encantada

Há quase um ano, quando foi um dos convidados homenageados na sessão especial que organizamos numa manhã no Cine Bristol (antigo Marabá, ex-Teatro Hauer) para a exibição do lírico "Cinema Paradiso", Harry Luhm era o espectador mais emocionado.

Um exibidor que trouxe o Cinemascope para o Brasil

Pode-se dizer que Paulo Sá Pinto trouxe a modernidade para a cinematografia curitibana - que durante décadas estava acomodada com os exibidores tradicionais. Em 6 de novembro de 1948, uma sexta-feira, reabria o antigo Cine Vitória (que antes havia se chamado Imperial) com o nome de Ritz, na quadra da Rua XV de Novembro entre a Dr. Murici e a Marechal Floriano.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br