Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Rádio Guairacá

Rádio Guairacá

Airto e Flora, finalmente juntos na cidade - (Uma única apresentação dia 26 no Guaíra)

Há quase 10 anos que se espera por esta oportunidade; conhecer ao vivo, no palco do Guaíra o som que Airto Guimorvan Moreira faz nos Estados Unidos e que o levou, por 9 anos consecutivos, a ser considerado o melhor percussionista no jazz poll da "Down Beat" - que aliás criou esta categoria (antes, os percussinistas entravam na chamada "miscelous") após o impacto que levou para a música americana no início dos anos 70.

A noite em que João esteve em Curitiba

Não lembro se aconteceu em 1960 ou 61. Tenho certeza, entretanto, que foi no início daquela década. Paulo César, radialista veterano, era uma espécie de empresário artístico e apresentador de um dos programas de auditório de maior sucesso da Rádio Guairacá, que instalada na Rua Barão do Rio Branco, vizinha da PRB-2, vivia seus últimos anos de esplendor radiofônico.

Coutinho, nosso homem em Havana

Edilberto Coutinho, hoje um escritor premiado internacionalmente, é lembrado ainda pelos ouvintes do antigo Clube Juvenil M-5, como aquele garoto que no início dos anos 50 era o "jovem mestre de cerimônias" do programa de auditório da Rádio Guairacá, comandado pelo pioneiro do rádio paranaense, Aluisio Finzeto. Edilberto, paraibano de João Pessoa, passou parte de sua adolescência em Curitiba e fez carreira como jornalista e escritor. Foi, aliás, um dos raros brasileiros a entrevistar, por três vezes, o romancista Ernest Hemingway.

Artigo em 22.01.1985

Aos poucos, alguns edifícios de Curitiba estão com as fachadas submetidas a um processo de lavagem e pintura, dando melhor aspecto ao centro. Um, que passou por completo mack-up foi o Terranova na Rua Voluntários da Pátria. Já a pintura do quase cinqüentenário edifício Carvalho Loureiro (Rua XV, esquina com Barão do Rio Branco), pertencente aos herdeiros do vereador Elias Karam, está tendo os trabalhos dirigidos por três arquitetas de nomes repletos de consoantes: Virgínia Kleine Alber, Tania Ganstechf e Rebeka P. K. Tabatschnicizik.

No campo de batalha

Inaugura amanhã, ao entardecer, na galeria Banestado, uma mostra de especial significado: os desenhos e quadros da última fase do pintor Franco Giglio. Artista da maior importância, falecido há poucos anos, na Itália, Franco viveu muitos anos em Curitiba e aqui fez suas primeiras exposições. xxx Em bela entrevista a Maria Julieta Drummond de Andrade, em "O Globo", na semana passada, revelado um novo lado do arquiteto Jaime Lerner: o de autor de estórias infantis. Em breve, a Editora José Olympio lança seu livro "O Vizinho, parente por parte de rua". xxx

O Paraná no canto de Belarmino e Gabriela

Nhô Belarmino e Nhá Gabriela. Mais do que uma dupla de artistas sertanejos, uma verdadeira identificação com o Paraná dos anos 40 a 70. Donos de uma popularidade regional tão representativa quanto de outras duplas em outros Estados - Cascatinha e Inhaná, Jararaca e Ratinho, para só citar dois exemplos.

Afinal, o resgate da poesia de Pena Filho

"Então, pintei de azul os meus sapatos por não poder de azul pintar as ruas, depois, vesti meus gestos insensatos e colori as minas mãos e as tuas" xxx Esta poesia correu no Brasil há mais de 20 anos, tornando famoso um poeta pernambucano, falecido em plena juventude - Carlos Pena Filho (1931-1960), deixando uma obra importante - embora dispersa - e algumas históricas parcerias musicais, como a belíssima "A Mesma Rosa Amarela", que seu amigo, Capiba (Lourenço da Fonseca Barbosa) musicou em 1964.

... e no fim de noite, João achou a sua musa Macunaíma

Há um mês, quando veio a Curitiba a convite do editor Faruk El Khatib, para a inauguração do salão Passarola e também assinar contrato para escrever adaptações em fotonovelas de romances brasileiros, o escritor João Antônio (Ferreira Filho), 41 anos, conheceu inicialmente os ambientes mais sofisticados da cidade. A vernissage foi na Fundação Cultural, o jantar no Kleciu's, na Sociedade Helvetia e Jão, a exemplo de outros convidados, ficou hospedado no recém-inaugurado Slaviero Palace Hotel.

Na tese de Coutinho um outro lado de Gilberto

Cunhado do desembargador Heliantho Camargo, presidente do Tribunal de Justiça do Estado e com raízes curitibanas - aqui passou sua adolescência, o jornalista e escritor - Ediberto Coutinho guarda preciosas recordações dos anos em que era o locutor do Clube Juvenil M-5, da Rádio Guairacá, então dirigida por Aluísio Finzeto.

Artigo em 10.12.1980

Celso Locker, 33 anos - advogado, compositor e letrista, a exemplo de muitos outros talentos, começou cantando no Clube Mirim M-5, na Rádio Guairacá, nos anos 50. E na "Voz Nativa da Terra dos Pinheirais" aprendeu a administrar a dupla Nhô Belarmino e Nhá Gabriela, artistas da maior popularidade no Estado.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br