Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS RPM

RPM

Um revival para Raul Seixas

Transcorridos menos de três anos da morte de Raul Seixas (Salvador, 21-8-89/São Paulo, 28/6/45), a obra deste compositor-intérprete tem uma justa reavaliação. Além da edição de um show feito numa praia paulista e seu último parceiro, o baiano Marcelo, praticamente ter lhe dedicado o seu último álbum a Sony Music lançou agora "O início, o fim e o meio", carinhosa produção de Liber Gadelha, reunindo diferentes intérpretes da recriação de suas músicas mais marcantes.

O novo projeto de Schiavon, o ex-RPM

Frente a tantos discos de supérfluo som internacional - rock, reggae, funk, rock, etc. - há que se dar um crédito aos brasileiros que tentam competir junto a esta faixa. Por exemplo, Luiz Schiavon, a melhor cuca do extinto RPM, após todas as tentativas da CBS em tentar fazer com que o grupo de maior sucesso há três anos, voltasse a conquistar o público, pegou o boné decidido a partir para outra praia. Há um ano o ex-tecladista do RPM idealizou o "Projeto", para o qual convidou o vocalista Tzaga Silos.

May East, a paixão que a traz à cidade

Pela segunda vez em menos de um mês a cantora e compositora May East (Maria Elisa Cappareli Pinheiro, São Paulo, 21/01/1956) está em Curitiba. E, dependendo das circunstâncias, estará bastante por aqui, "sempre que possível", por múltiplas razões. A cidade, em seus aspectos de ecologia e qualidade de vida a fascinou, quer conhecer o nosso Litoral - e reencontrar na Ilha do Mel uma ex-colega dos tempos das Absurdetes & Gang 90, Lenita Renaux, que ali mora em extrema simplicidade, há mais de um ano e, principalmente, há "razões afetivas".

A máfia funqueira

Na pobreza musical deste ano - na qual as gravadoras buscam, com desespero, conjuntos ou solistas capazes de acontecerem em termos de vendagem (veja por exemplo, o esforço feito pela CBS em torno de Paulo Ricardo, ex-RPM, para emplacar uma carreira solo), a EMI-Odeon vem apostando forte, desde julho, no grupo Máfia, de São Paulo, liderado por Skowa (Marco Antonio, 33 anos). Embora fundado há dois anos, é agora, com o álbum "La Famiglia", que o grupo ganha um grande espaço nos jornais e revistas, além de um circuito de shows para tentar chegar a uma faixa de consumo jovem.

Paulo Ricardo, o ex-RPM, faz rock com poeta russo

Além dos megastars como Caetano Veloso, Gilberto Gil e Moraes Moreira - cuja presença a Secretaria Municipal da Cultura começou a divulgar, com estardalhaço, como as super atrações do "Perhappiness para Leminski" (22 a 27 de agosto, diversos locais), o evento musical poderá ter mais um reforço, de empatia ao menos para uma faixa jovem: o ex-RPM, Paulo Ricardo.

Mais do que um sex symbol, a busca pela carreira-solo

Sexta-feira, 4, Paulo Ricardo terminou o dia extenuado vocalmente. Durante mais de 7 horas, do escritório de Verther Brunner, chefe da divulgação da CBS, no Rio de Janeiro, falou com mais de 40 jornalistas em dezenas de cidades.

Milton & Djavan, para muito ouvir e refletir

Final de ano, temporada dos discos mais importantes - em termos comerciais e artísticos. "Francisco", o novo álbum de Chico Buarque, agora na RCA, está saindo em seqüência aos lps de Martinho da Vila e Alcione, outros campeões de vendagem - afora Nelson Gonçalves, Luiz Gonzaga e Beth Carvalho. A Polygram vem de "Caetano", enquanto a CBS tem o creme-do-creme com o aguardadíssimo álbum de estréia de Milton Nascimento ("Yauaruetê") e Djavan ("Não é Azul Mas é Mar"), com mais algumas jóias de ourives sonoro que este alagoano é mestre.

A volta do RPM na pele dos coiotes

Se a mídia funcionar, o RPM deve voltar ao topo das listas dos mais vendidos com o seu terceiro elepê - "Quatro Coiotes" (Cz$ 800,00, a partir do dia 4, nas lojas de todo o País), que sai com uma tiragem inicial de 250 mil cópias. Afinal, Paulo Ricardo, P. A.

Os Kikitos auxiliam carreiras dos filmes

Uma coisa é certa: as premiações de Gramado já contam muito no processo de comercialização de um filme. Sergio Rezende, 38 anos, o grande premiado no ano passado com seu "O Homem da Capa Preta" - e agora preparando-se para fazer um longa com o grupo de rock RPM - diz: - "Os prêmios de Gramado ajudaram a carreira do meu filme. Foi um aval, uma alavanca..."
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br