Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Paulo Diniz

Paulo Diniz

Geléia Geral

Um golpe na especulação das lojas que trabalham com as ditas raridades fonográficas: reedição dos álbuns mais procurados pelos jovens. A (ótima) idéia é de Aloysio Motta, gerente comercial da WEA, que lançando o projeto Rock Pesquisa vai de encontro ao óbvio: para o que existir público, a gravadora reeditará os discos de seu catálogo - rigorosamente iguais as edições originais (capas duplas, encartes, etc.) E tem mais: as sugestões serão bem-vindas e podem ser encaminhadas a Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 660, Jardim América, CEP 01442, SP.

A Seara da melhor música nativista

Enquanto a Califórnia da Canção Nativista, em Uruguaiana, chegando ao 15º ano consecutivo, se consagrou como o pioneiro festival nativista do Rio Grande do Sul (imitado, dois anos depois, de sua primeira edição, por Santa Maria) e o Musicanto, em Santa Rosa, em apenas 3 edições, já se impôs pela extraordinária organização e valor dos prêmios oferecidos (para começar, um Ford Scort, zero quilômetro, ao autor da música classificada em primeiro lugar), a Seara da Canção Nativista, em Carazinho, atingiu em sua 5ª edição, de 7 a 10 de novembro de 1985, uma maturidade cultural.

Roberto José, o encanto mineiro

Surpresas agradáveis e inesperadas em nossa música. Roberto José é uma delas. Num álbum simples, produzido por Adelzon Alves, esse mineiro aparece com canções das mais bonitas. Suaves, românticas, aproximando-se até das modinhas - de tão cara tradição: "Minas, Mina'Bela", por exemplo, é simplesmente enternecedora.

Os violões afinados e o belo vocal dos gaúchos

Há algumas semanas esteve em Curitiba para promover seu primeiro lp o cantor e compositor Nino Missioneiro (Jorge Luiz Zeni, Estrela, RGS, 26/1/1956), de ligações com o Paraná - estudou num seminário em Paranavaí durante 6 anos e seus pais moram hoje em Cascavel - Nino Missioneiro estréia em lp ("O Gaúcho da Querência", RGE) com 12 músicas fortes e comunicativas, incluindo uma homenagem a Tancredo - "Brasil de Luto", dentro de uma musicografia póstuma ao falecido presidente que vem tendo grande empatia junto aos criadores rurais da música brasileira (a dupla Renato e Rodrigo, de Assis C

Compositores-Intérpretes

Um punhado de compositores-intérpretes está na praça, mostrando mais uma vez que, realmente, os criadores assumiram, definitivamente, suas condições de lançadores de suas obras, mesmo não tendo muitas vezes vozes das mais perfeitas. É o caso do paulista Eduardo Gudin, 28 anos, seguro violinista, 18 anos de estrada musical e há 10 anos mais ou menos conhecido, participando de festivais ("Choro do amor vivido", "E lá se vão meus anéis" etc.) e shows ("O importante é que a nossa emoção sobreviva", ao lado de Márcia e Paulo César Pinheiro).

Discos do Ano

Entre tantos fatos importantes que tem marcado a música brasileira nesta década, justificando a atenção que se deve dar à essa forma tão importante de manifestação artística e de exteriorização da sensibilidade e cultura de nosso povo, consideramos, sem dúvida, como uma das mais importantes o fato de, finalmente, um compositor-intérprete como Milton Nascimento ter deixado a condição de artista admirado apenas por uma minoria e passado a ser curtido consumido em grandes proporções.

Artigo em 06.10.1978

Paulo Diniz é um dos cantores-compositores que maiores provas de confiança tem merecido da Odeon. Embora desde "Black To Bahia", há sete anos, nunca mais tenha emplacado um grande sucesso popular, continua a merecer crédito para gravar bem acabados elepês. Talentoso e com boa imaginação - mas infelizmente insistindo em trabalhar com um parceiro limitado (Odebar), Paulo Diniz não acrescenta muito à sua carreira com seu novo disco ("E Marca Ferrada").

Compositores

Impossível negar: os baianos não são apenas talentosos, mas organizados. E solidários. Só isso para explicar a permanente e múltipla presença de compositores e intérpretes baianos no cenário nacional. Em várias levas, os baianos estão sempre chegando ao Sul maravilha, onde, em tempo reduzido, conseguem fazer seus discos. Mais quatro lps de baianos, na praça, todos trabalhos bastantes pessoais e sinceros. Discutíveis, talvez, os resultados, não se pode duvidar da essência.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br