Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Villa Lobos

Villa Lobos

Uma aula de Brasil com a "Memória Viva" de Aloísio

"Porque, na verdade, o verdadeiro cinema, no seu sentido completo e no seu sentido verdadeiro e íntegro, é o que os senhores fazem. É a aproximação do fenômeno em qualquer direção, na direção científica, na direção didática, na direção puramente lúdica. O documentário é, por natureza, o verdadeiro cinema". (Aloísio Magalhães, no discurso de abertura do Encontro Nacional de Documentarista Cinematográficos, em Brasília, 16 de novembro de 1981).

Maria Luíza, a competência na direção de uma fundação

Quando um governador ou, especialmente, prefeito, tem a felicidade de escolher as pessoas certas para as funções de confiança uma administração torna-se soft e competente. Foi o caso de Joaquim Roriz, que eleito para o governo do Distrito Federal teve o bom senso de prestigiar a área cultural convidando uma das mais estimadas pessoas de Brasília para o cargo de diretora executiva da Fundação Cultural do DF: a professora Maria Luiza Dornas.

Um reencontro de Baden com o amigo de 40 anos passados

Para compensar o frio e o mau tempo da sexta-feira, 27, o violonista Baden Powell teve uma grande e inesperada alegria no último dia em que esteve em Curitiba: o reencontro de um amigo de infância que não via há 15 anos. Das 11 às 18 horas, o nosso maior violonista passou na residência do historiador Wilson da Silva Boia, que, há 40 anos passados, quando o garoto Baden tinha 13 anos de idade e morava com seus pais, numa modesta casa na rua São Januário, no bairro de São Cristovão, Rio de Janeiro, ali se conheceram e - mesmo com a diferença de 10 anos de idade - fizeram uma sólida amizade.

Muita música em Londrina, Blumenau, Avaré e Cascavel

Mesmo com todas as limitações advindas post-Plano Collor - que deixou de cuecas (e não mais de calças curtas) os eventos culturais, já que a Lei Sarney foi para o brejo e a época das gordas subvenções federais está na saudade, nem por isto deixam de acontecer vários festivais neste mês. Modestos, com mordomias reduzidas, compactados e buscando objetivos definidos, estão acontecendo festivais de música em vários Estados, enquanto que o de Gramado, no ano de sua maioridade, teve alguns adiamentos e coincidindo com a temperatura mais baixa na serra gaúcha começa no final do mês.

Norton promove encontro de Norton com Piazzolla

Estava quase tudo acertado para a excursão que Norton Morozowicz faria neste início de ano ao Oriente. Apresentações previstas em Hong Kong - em duo com a pianista Glacy Pena Forte (de Goiânia) e também a regência da principal orquestra daquela cidade, além de possíveis apresentações em países vizinhos - talvez mesmo Japão e Tailândia. Concertos marcados, cachês acertados e a chance de abrir um novo mercado internacional - no qual até hoje poucos músicos eruditos brasileiros apresentaram-se. Entretanto, Norton foi obrigado a adiar para 1999 esta sua conquista artística do Oriente.

Uma sinfonia de som, luzes e encantamento

O Bamerindus não poderia ter feito melhor investimento cultural: a Sinfonia de Natal que iluminou a noite de sexta-feira, na Boca Maldita, ao som de Haendel, Ravel, John Philips Souza e outros mestres foi um dos mais belos espetáculos públicos já acontecidos em Curitiba.

Os trinta anos de uma gravadora. Brasileira

Trinta anos de resistência. Eis uma epígrafe que poderia ser aplicada aos aniversários de suas empresas que identificam a produção fonográfica no Brasil - e que transcorre neste mês. Numa área de indústria cultural no qual os grandes multinacionais sempre dominaram, os 30 anos que a Companhia Industrial de Discos está comemorando agora - e de fundação da Chantecler, que transcorre nesta terça-feira, 16, sem qualquer lembrança, encontra-se um pouco da história da própria músic brasileira, como produto cultural e de consumo.

Com espetáculo-solo, Denise faz sucesso em Nova Iorque

A imprensa nacional, incluindo a televisão, abriu o justo espaço para registrar o sucesso internacional de Denise Stocklos. Em Nova Iorque, fazendo a estréia mundial de "Mary Stuart", da italiana Dacia Maraini (roteirista de filmes de Passolini e Marco Ferrari), dia 19 de fevereiro último no La Mamma E.T.C., em Greenwich Village, a temporada alcançou tamanho êxito que prevista para encerrar dia 1º de março último foi estendida.

As muitas releituras de Villa-Lobos

A perenidade de Heitor Villa-Lobos, cujo centenário de nascimento (Rio de Janeiro, 5 de março de 1887) já começa a merecer programações antecipadas, se faz sentir nas múltiplas revisões de sua obra. Quatro excelentes LPs, cada um à sua maneira, mostram a grandiosidade da música desse compositor falecido há 27 anos (17/11/1959) e que deixou uma obra imensa, perpetuada no Museu com o seu nome - até o ano passado dirigido por sua viúva, dona Mindinha, uma das perdas de 1985.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br