Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS VHS

VHS

Pedro Jorge documentou "Vale dos Dinossauros"

Um dos mais ativos cineastas e intelectuais de Brasília, Pedro Jorge de Castro, 48 anos, cearense de Aurora, não se deixa abater pela crise do cinema brasileiro. Radicado há mais de 10 anos em Brasília, onde é um dos mais competentes e estimados professores do departamento de Comunicação Social da Universidade, na área de cinema, Pedro Jorge está sempre em atividade.

Escuridão na Praça Osório, que já teve dias melhores

---- Nota: Este artigo escrito por Aramis Millarch para sua coluna Tablóide de 05 de maio de 1992 não foi publicado devido a re-diagramação da página ocasionada pela censura ao artigo "Um livro sobre Lerner e a autobiografia que Anibal censurou". ----

10 ANOS SEM ELIS REGINA (Porto Alegre, 17/3/45 - São Paulo, 19/1/1982)

10 anos sem Elis! Há exatamente dez anos - madrugada de 18 para 19 de janeiro de 1982, vítima de uma overdose, a cantora mais famosa do Brasil morria, solitária, em seu apartamento em São Paulo. Foi um choque para todo o país. Desde Francisco Alves - cuja morte, num acidente automobilístico na via Dutra, na manhã de 27 de setembro de 1952, também fez o Brasil chorar - não havia tanta comoção pela morte de uma artista popular.

A mostra do que fazem os videastas no Brasil

Vitória - Na abertura do I Festival Nacional de Vídeo de Vitória, ontem à noite, a secretária municipal de Cultura, Vera Viana, salientou a importância que o vídeo vem adquirindo na comunicação e que através de seu impressionante crescimento em menos de dez anos existe hoje já uma vigorosa produção nacional.

Três vídeos do Paraná em disputa no I FENAVI

Vitória - Três vídeos de Tiomkim (Oswal Dias Siqueira Filho), 35 anos, e Beto Carminatti, 28 - representam o Paraná no I Festival Nacional de Vídeo de Vitória, iniciado ontem nesta cidade.

Temas diversificados nos vídeos em disputa

Vitória - Escolhido para abrir o I Festival Nacional de Vídeo, "Pintolho", 6 minutos, do gaúcho Paulo César Franco - utilizando pintinhos de poucas semanas como "intérpretes" - é o candidato mais forte à premiação do júri popular. Dentro da democrática preocupação de fazer com que os 25 vídeos em disputa neste eventos sejam vistos pelo maior número possível de pessoas, estão sendo exibidos nos auditórios da Biblioteca Municipal, Biblioteca da Universidade Federal, do Sindicato dos Bancários, da Rede Gazeta e no salão da Associação de Moradores do Jardim da Penha.

Após vitória, a vez dos vídeos do minuto

A coincidência do Festival do Minuto, iniciado segunda-feira, 25, no Elétrico Cine Clube (Rua Augusta, 973, São Paulo) praticamente emendar com o recém encerrado I Festival Nacional de Vídeo de Vitória, encerrado na noite de domingo, confirma o interesse crescente que o vídeo adquire como manifestação artístico-informativa. Aberto à todas as bitolas - VHS, Super 8, 35mm e Umatic (mas passando depois para vídeo na competição final), com maior cobertura inclusive da imprensa nacional - o Festival do Minuto também é um evento que se abriu a todos os interessados.

Maringá adia FestVídeo para prestigiar a cultura local

O II FestVídeo de Maringá foi adiado para 1992. Um dos mais bem sucedidos eventos ocorridos no ano passado na Cidade Canção, esta promoção que entre os dias 26 a 30 de novembro de 1990 reuniu videomakers de vários estados não acontecerá este ano por uma razão simples e objetiva: falta de patrocínio.

Uma pesquisa sobre a memória dos bairros

A preservação da memória de uma nação depende de esforços isolados e geralmente idealistas de pessoas que se preocupam com documentos, depoimentos, ilustrações, imagens e, especialmente, vozes do que fizeram, cada um seu papel, a história nem sempre oficial.

Mestre Toscanini chega numa coleção de videos

O sonho de todo apaixonado por música & imagens é possuir um dia domesticamente aquelas coleções de videodiscos que nos mais futuristas players oferecem a perfeição audiovisual. Produzidas até hoje apenas no Japão e Estados Unidos os vídeodiscos são privilégios de uma minoria (das minorias) de altíssima renda que pode importar tal sofisticação. Cópias piratas de videodiscos em vídeos comuns tornaram-se alternativas que muitos utilizam - mas longe da perfeição de reprodução original.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br