Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Rafael Valdomiro Greca de Macedo

Rafael Valdomiro Greca de Macedo

No campo de batalha

Enquanto "Memória da Curitiba Urbana", em seu sentido referencial, vai duplicar de circulação a partir do próximo número, o Instituto de Pesquisas e Planejamento Urbano de Curitiba promove um concurso interno para a escolha do nome de seu house organ, que circula há quatro meses. O último número, valoriza o lado artístico de vários funcionários, divulgando cartoons do funcionário Cabral, do Centro de Processamento de Dados. Merecedores de figurarem em qualquer publicação especializada.

No campo de batalha

Como faz regularmente, o arquiteto e marchand-de-tablaux Waldir Simões de Assis esteve em Paris visitando seu amigo Juarez Machado, que representa artisticamente no Brasil. Dia 29, Juarez encerrou sua participação na London Art Fair, em Londres, e em junho, de 5 a 9 estará expondo em Lisboa, na galeria Alfa-Mixta. xxx A luxuosa revista "Ventura", em sua edição trimestral (março/maio, nº 11) dedica 14 de suas 192 páginas coloridas a Juarez, em ampla (e naturalmente ilustradíssima) reportagem sobre "A Evolução de um Talento". xxx

No campo de batalha

A bela Karim Carlsberg, modelo, coreógrafa e executiva na área de seguros, reuniu ontem os alunos e professores do I Curso de Lambada, promovido em sua academia de danças, num jantar no Toscana, que terminou, naturalmente, embalado por demonstrações da sensual dança que depois de fazer sucesso na França afinal está sendo "descoberta" no Brasil. O êxito do curso que Karim bolou foi tamanho que já há alunos suficientes para duas novas turmas a partir de 5 de março. xxx

Glauco, o marechal dos carnavais na Marechal

Mesmo sem intenção, o animado Neil Hamilton Monteiro Pereira, presidente da Associação das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos de Curitiba, acaba de colocar uma batata quente, em termos políticos, nas mãos do prefeito Jaime Lerner. É que no anteprojeto para o Carnaval de Rua-1990, Neil sugere, oficialmente, que o grande homenageado seja Glauco Souza Lobo, "o marechal dos Carnavais".

Uma lei para dar um dia à poesia?

Embora não tenha pretensões literárias, o vereador e radialista Mário Celso (PMDB) é uma das pessoas preocupadas com os assuntos culturais. Até agora tem sido uma das (poucas) vozes que, na Câmara, procura cobrar melhor ação da administração Jaime Lerner, inclusive dando eco a críticas que, a exemplo das administrações anteriores, a Secretaria Municipal da Cultura - procura fazer ouvidos de mercador.

Fanchette, a orfandade dos que amam Curitiba

No sábado, 26, após jantar com um casal de amigos, o ex-prefeito Saul Raiz, trafegando pela Souza Naves, chocou-se ao ver uma anti-estética faixa cruzado a avenida - o que contraria o código de posturas municipais. Comentou com a esposa Mirtez e os amigos que ocupavam o banco traseiro do carro: - "Vejam só! Precisamos telefonar para a Fanchette".

Curitiba, túmulo do Carnaval

Para jogar um pouco mais de lenha na bonita fogueira sobre a idéia de fazer de Curitiba uma capital do "Anticarnaval", um detalhe: em 1972, na primeira administração de Jaime Lerner, duas assessoras de seu gabinete, a advogada Maria Elisa Ferraz (hoje Paciornick, e agora dirigindo o Instituto de Administração Municipal) e a engenheira Francisca Rischbieter (Francetti), advogaram a idéia de ao invé

Uma história a espera de um cronista: nossa noite

A simpática idéia do poeta e publicitário Paulo Leminski em entrevista para o "Almanaque" dominical, do qual agora é colaborador regular, dois proprietários de bares - o "Camarim" e o "Moby Dick", faz com que se volte a um projeto que há muito exige pesquisas de maior profundidade: um levantamento da história da boemia curitibana. Afinal, pouco a pouco estão desaparecendo os boêmios da Curitiba dos anos 30 a 50 e com eles se perdem histórias, dados e todos um folclore riquíssimo, sobre uma época em que a cidade era mais feliz.

Lúcia, o poder na cultura curitibana

Homem de hábitos espartanos, o secretário René Dotti acorda às 6:30 da manhã e antes mesmo do café já lê os jornais da cidade. Ontem, pela manhã, surpreendeu-se ao ler em O Estado notícia de que dá como certa a escolha da professora Lúcia Camargo para a Secretaria Municipal da Cultura. Afinal, retornando de viagem ao Rio de Janeiro, o secretário da Cultura desconhecia o fato da diretora de Arte e Programação da FTG ter sido ungida como o nome mais forte para suceder ao advogado Carlos Frederico Marés de Souza no comando da política cultural da capital. xxx

Nossa cultura municipal custa US$ 7 mil por dia

Quanto custa a cultura oficial para o município de Curitiba? Eis uma boa pergunta. E que merece reflexões agora que haverá o ritual de passagem do poder peemedebista para o governo de coligação oposicionista que venceu as eleições no dia 15 de novembro.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br