Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Rafael Valdomiro Greca de Macedo

Rafael Valdomiro Greca de Macedo

A boa arte nos cem anos do Curitibano

Com toda razão o advogado Constantino Viaro pode respirar aliviado e tomar um merecidíssimo scotch quando o pianista e maestro Luiz Loy iniciou os acordes de uma dolente valsa já no começo da madrugada de sábado: afinal, as comemorações  do baile do centenário do Clube Curitibano haviam corrido dentro de fluxograma demoradamente pensado pela diretoria.

Afinal, o Paraná tem agora o grande dicionário histórico

Na noite de segunda-feira, 13, ao encontrar-se com a Secretária Gilda Poli, da Cultura, no jantar em que o governador Roberto Requião comemorou no Palácio Iguaçu o lançamento do Projeto Pipa programa de Incentivo à produção Artística, o advogado Luis Roberto Nogueira Soares, deu mais uma prova de sua [modéstia] e paranismo: falando a Professora que ocupa hoje a pasta da qual ele foi o primeiro titular, lhe disse que a Secretária poderia ainda nesta administração - fazer uma segunda edição, "revista e naturalmente ampliada", de uma obra que ainda não teve lançamento oficial: "Dicionário Hist

Em uma centena de boletins, um pouco das memórias de Curitiba

Quando, em julho de 1974, então dividindo com o advogado Constantino Viaro e o arquiteto Alfredo Willer a direção da recém implantada Fundação Cultural de Curitiba, tivemos a idéia de criar uma publicação ágil, econômica e que pudesse divulgar diferentes textos ligados a Curitiba, Valêncio Xavier, homem de TV e pesquisador, que havia sido convidado para nos assessorar (*), trouxe uma idéia das mais oportunas: "Várias gerações de curitibanos colecionaram as figuras das Balas Zequinha mas nunca ninguém se preocupou em pesquisar quem criou o personagem, como ele surgiu".

Luís, um forte arquiteto que não joga na equipe de Lerner

A filiação do arquiteto [Luis] Forte Neto ao PST, na semana passada, não só trouxe mais um nome na salada russa da sucessão municipal como fez com que, novamente, o prefeito Jaime Lerner tivesse alguns graus a mais em sua temperatura - que em momentos de irritação atinge pontos preocupantes. Embora, para as hostes lernistas, o nome do arquiteto Forte neto para uma eventual composição entre o PMDB-PST, encabeçando uma chapa à Prefeitura de Curitiba, não chegue a preocupar em termos de votos, uma coisa é certa: as relações entre os dois arquitetos nunca foi das mais cordiais.

Dias de fogo e pressão alta para Jaime Lerner

Após uma semana em que apesar de um exaustivo programa de reuniões técnicas na Alemanha não deixou de ter seu lado soft, o prefeito Jaime Lerner enfrenta agora uma carregadíssima agenda de problemas que exigem sua decisão pessoal, ágil e, sobretudo, equilibrada. Afinal, desde a questão da disputa (ou não) da Prefeitura do Rio de Janeiro - o que poderá representar a catapulta para, em menor tempo do que se espera, poder tentar a ascensão ao Palácio do Planalto - como presidente ou vice - até problemas político-administrativos que se acumulam na esfera municipal, exigirão sua atenção.

No campode batalha

Discretamente, o engenheiro Cassio Taniguchi, presidente do Instituto de Pesquisas e Planejamento Urbano de Curitiba, viajou para a Alemanha. Sua assessoria não ofereceu detalhes da viagem mas a informação é de que ele e a esposa, a empresária Marina, "viajaram de férias". O casal retorna dia 24. xxx

Politicagem na Catedral e ofensas a Cássio Taniguchi

O prefeito Jaime Lerner já admitiu a assessores e amigos mais chegados: o pretenso candidato à sua sucessão, Rafael Greca de Macedo, ultrapassou os limites suportáveis em sua ambição e inabilidade política. No domingo, por duas ocasiões, Lerner, habitualmente um homem ponderado e que consegue manter a tranqüilidade mesmo em momentos mais difíceis, viu sua pressão subir devido ao exibicionismo e total falta de elegância do ambicioso politiqueiro que deseja, a qualquer custo, ser o escolhido para disputar a prefeitura oelo PDT. xxx

Desordem do Largo expulsa o padre Júlio e dona Inge

Há mais de 20 anos que o padre Júlio Pareda é o estimado pároco da igreja da Ordem. Espanhol de nascimento, veio para o Brasil ainda jovem e como responsável por uma das igrejas mais tradicionais de nossa cidade ali se tornou uma personalidade querida. Apesar de octogenário, demonstra um vigor físico que o faz suas pregações sempre serem admiradas pelos fiéis que, mesmo com o esvaziamento progressivo que os templos católicos têm sentido, comparecem nas missas diárias e, especialmente aos domingos pela manhã.

Arzua, a competência que o Paraná não sabe aproveitar

No momento decisivo em que a discussão técnico x político se agrava para a sucessão da prefeitura, mais do que nunca o exemplo do engenheiro Ivo Arzua Pereira deveria ser lembrado pelos donos do poder.

Do lazer abandonado ao largo da desordem

A carta-denúncia de Jorge Carlos Sade (Praça Garibaldi, 85), datada de 15 de janeiro último, é a seguinte: "Dizem que a casa é a cara do dono!" A Praça Garibaldi, o dito setor histórico, seria o retrato de Curitiba? Baderneiros, drogados, bêbados, cheiradores, assaltantes, maloqueiros, botecos e bares de lixo e de luxo, putaréu, violência, despoliciamento, gangues varzeanas, ratatuia infecta e contagiosa, dia & noite-noite & dia infestam o eixo Praça da Ordem-Alto do São Francisco. Eis a Curitiba ecológica! Isso é o retrato da Prefeitura, da dita Secretaria do Meio Ambiente?
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br