Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Annie Hall

Annie Hall

Denise, uma curitibana que se doutorou em Woody Allen

Dentro de algumas semanas - em abril, em data ainda não definida - duas professoras universitárias estarão fazendo uma abordagem de alto nível em termos de cinema num curso que a diretora do Museu da Imagem e do Som, Regina Walbach, programou entusiasticamente. Denise Araújo, 45 anos e [Tânia] Schepfeam, 44 amigas e colegas de universidade, estudam cinema com uma profundidade que as levaram a trabalhar em teses de mestrado no exterior.

A "love story" eletrônica e (metereológica) em L. A.

"Eu sou profundamente infeliz. Mas eu não sabia disso, pois estava bastante contente todo o tempo" (Harris K. Telemacher, personagem principal de "L. A. Story"). xxx Foi preciso que um inglês (Mick Jackson) viesse da BBC para redescobrir Los Angeles com uma leveza, inteligência e humor/amor próximos a que Woody Allen dedica a "sua" Nova York. Em "Noivo Neurótico, Noiva Nervosa" (Annie Hall, 1977), Allen dizia que odiava L. A. Porque "ali não existem esquinas". Por certo, Woody Allen também jamais pisaria em Brasília.

No campo de batalha

Um adendo ao nosso comentário de ontem: o deputado Rafael Greca de Macedo teria trabalhado apenas cinco meses (e não anos) no Instituto de Pesquisas e Planejamento Urbano de Curitiba. A vereadora Zélia Passos, que durante um longo período foi uma das mais competentes técnicas daquela instituição, foi quem denunciou a irregularidade do vereador pedetista em pretender uma "reclassificação" quando desde que foi nomeado (sem concurso) para o IPPUC, em 1983, praticamente pouco ali apareceu.

Filmes comerciais ganham indicação para o Oscar

Não há dúvida de que o critério de marketing prevaleceu, mais uma vez, na indicação aos indicados ao Oscar - ao menos em suas categorias principais. Pois a inclusão de uma comédia apenas razoável como "Ghost, do Outro Lado da Vida" só pode justificar-se pelo fato deste filme dirigido por Jerry Zucker ter, surpreendentemente, se revelado como uma das maiores bilheterias do ano.

Denise, a nossa Doutora no cinema de Woody Allen

Denise Araújo, curitibana, formada em Letras, é a primeira "Doutora em Woody Allen". Está de volta à cidade, por alguns dias, revendo sua família e mostrando, com natural orgulho, o diploma que obteve, com sucesso, no mestrado em Literatura Americana na Arizone State University, em Tempe, USA. Como foi contratada como professora da Faculty Associate na Arizone State University deve retornar dentro de poucos dias.

O filme que apaixona já na primeira vista

Nos pequenos frascos os melhores perfumes. A frase-clichê, kitsch mesmo em termos de citação, pode ser lembrada perfeitamente para a recomendação a este delicioso, terno e simpático "Amor à Segunda Vista" (Cinema I, 4 sessões, até amanhã).

Curitibana faz tese (nos EUA) sobre filme de Woody Allen

Se não tivesse passagem marcada para retornar aos Estados Unidos na noite de hoje, Denise Correa Araújo teria assistido "no mínimo mais três vezes ao filme "A Outra" (que quarta-feira saiu de exibição no Bristol, após uma magra semana com apenas 400 espectadores). Só que Denise é uma espectadora muito especial: é a primeira brasileira a se lançar num projeto intelectualmente audacioso - escrever uma tese sobre Woody Allen.

Carnavalização de Bakhtin no mundo de "Annie Hall"

Ao decidir fazer sua tese de mestrado em literatura sobre Woody Allen, centrando o núcleo central em "Noivo Neurótico, Noiva Nervosa" - um filme realizado há 12 anos - a professora Denise Araújo optou pela linha interpretativa desenvolvida pelo lingüista e semiólogo russo Mikhail Bakhtin (1895-1975).
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br