Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Rua XV

Rua XV

Graças a Urban, calçadão da Rua das Flores ganha documentação

Mais do que um dos melhores profissionais de nossa imprensa, Raul Guilherme Urban, 40, ex-O Estado do Paraná, hoje associado a Roberto Luiz Jung na Arte & Fotos Editora (especializada na Produção de house organs e publicações especiais) foi sempre um apaixonado estudioso de problemas urbanos.

A viagem a Curitiba do início do século com a família Tassi

Um exemplo da importância de conhecimento do passado através de um edifício que fez parte da cidade acaba de ser dado por uma curitibana, psicóloga das mais conceituadas e com formação em antropologia pela Universidade Federal do Paraná, Elisabete Tassi Teixeira.

A nostalgia colorida dos tempos de Juarez

Paisagens tipicamente curitibanas, com pinheiros recriados de uma maneira muito pessoal, estão nos quadros que compõe a mais recente individual de Juarez Machado - apropriadamente chamada de "Parfum: Memoire", inaugurada no último dia 12, no Gaymu Inter Art Galerie / Art Contemporain Latin Américani (8, Passage, Thiére 75011, Paris), que estará aberta até o dia 11 de maio.

Os anos dourados da Normalista

Falando de sua vida, familiares, amigos, das alegrias - e naturalmente preocupações e momentos de tristeza - dona Pompília impregna suas memórias, ainda em elaboração, de um calor humano, de uma ternura especial. Na delicadeza de sentimentos, lembra os vários momentos de sua infância e adolescência, e os primeiros anos de sua vida de esposa e mãe, ao lado do amigo e companheiro Dario, e de seus filhos - hoje netos e bisnetos - aguardando o primeiro tataraneto, ainda sem previsão de chegar.

Bradesco vai financiar nova sede da Cinemateca

Como gerente de agência Marechal do Bradesco, Antoninho Bornia ajudou muito o grupo de Amador Aguiar a conquistar a liderança nacional. Nos anos 60, quando o Bradesco ainda não era o campeão do ranking bancário, Bornia, com seu jeito afetuoso e amigo de fazer clientes, destacou-se na gerência local do Bradesco, catipultuando [catapultando] uma carreira que o faz hoje um dos principais executivos da organização.

E para alegria dos quarentões, temos Genésio e sua orquestra!

Aposentado há seis anos, sem qualquer plano de voltar a empunhar as baquetas, o convite foi irrecusável: montar uma orquestra com os melhores músicos que encontrasse, direito de ter um side man para substituí-lo em mais de 50% do tempo e, principalmente, excelente remuneração. Pediu tempo para o hoteleiro Alceu Vezozzo, conversou com a esposa (a quem havia prometido não voltar mais à música) fez cálculos e acabou topando. Assim, quando o Bourbon Tower Hotel inaugurar seu suntuoso night club, entre maio/junho, a primeira atração será Genésio e sua orquestra.

Sílvio Santos e sua solitária marchinha

Com a morte de Chacrinha (Abelardo Barbosa, Recife, 1918 - Rio de Janeiro, 1988) só ficou mesmo Sílvio Santos na solitária tentativa de, utilizando o poder de comunicação de sua rede, fazer com que ao menos uma marchinha seja cantada no Carnaval. Este ano, astutamente, o animador-empresário usa um tema muito atual: as eleições presidenciais e a sua possível candidatura (imagine-se quantas marchas e sambas poderiam sair, em torno da política, Plano Cruzado, Sarney, etc., se houvesse estímulo para gravações).

Um livro de arte para expotação

O jornalista Antônio de Oliveira Pinto, crítico de cinema da RTP - Rádio Televisão Portuguesa e do Diário Popular de Lisboa - onde também escreve sobre livros de arte e, eventualmente, artes plásticas, foi um dos primeiros estrangeiros a folhear o volume "Fitas e Bandeiras Venske" de Orlando Azevedo.

Patrimônio propõe presença na futura Constituição estadual

Resultado de pelo menos seis meses de trabalho e com consultas técnicas junto aos municípios, proposta de texto de lei relacionado ao patrimônio cultural está sendo encaminhada aos parlamentares paranaenses para aproveitamento na Constituição Estadual, na iminência de ser elaborada. A sugestão, que parte da Coordenadoria do Patrimônio Cultural da Secretaria da Cultura, está fundamentada na Carta Magna recém promulgada e tem o propósito de ser mais dinâmica e objetiva que a legislação em vigor, que data de 1953.

No campo de batalha

Esposa de um ex-piloto da fórmula 2, que andou tentando fazer carreira na Europa, Mari Schaffer é entusiasta colunista: escreve sobre sociedade em várias publicações e atua na assessoria de imprensa da Assembléia Legislativa. Em 1986, chegou a editar alguns números da revista "Panorama". xxx A propósito: a revista "Panorama" está agora em sede própria, no alto da Rua XV, e tem nova chefe de redação: a jornalista Marlene Grassi. xxx
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br