Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Brian De Palma

Brian De Palma

Uma visão corajosa de Brooklyn nos anos 50

Lançado obscuramente, apenas como complemento noturno da programação infantil do Cine Astor (o desenho animado "Bernardo e Bianca na Terra dos Cangurus", 14/16/18 horas), um dos mais interessantes filmes do ano sairá de cartaz amanhã visto por menos de 500 espectadores: "Noites Quentes no Brooklyn". O título - seguindo mais o menos o original, "Last Exit to Brooklyn" - afasta o público refinado, imaginando tratar-se apenas de um filme policial, com muita violência no mais assustador dos bairros novaiorquinos.

"Fogueira das Vaidades" em cartaz

Esta é uma história sobre Nova York. Sobre Sherman McCoy, mestre do universo. Sobre Peter Fallow, um inescrupuloso jornalista. Sobre esposas, amantes, advogados, políticos,juízes, religiosos, negros, marginais... Com estas palavras, o release de 32 páginas distribuído pela Warner Bros, nos EUA, em dezembro do ano passado - quando "A Fogueira das Vaidades" estreou, procurava chamar atenção para esta superprodução baseada no bestseller de Tom Wolf (no Brasil, lançado pela Rocco, com várias edições esgotadas em poucos meses).

Imagens coloridas e turísticas de Manzon

Nos anos 50/60, enquanto as platéias dos cinemas recebiam com vaias e irritação os cine-jornais da "Amplavisão" do ítalo-paulista Primo Carbonari ("Conheça primeiro o que é teu, para depois conheceres o que é dos outros..."), os documentários coloridos com a marca do franco-brasileiro Jean Manzon eram aplaudidos. Mesmo com patrocínios diretos, os curtas de Manzon documentavam de forma agradável grandes empresas, obras (especialmente do setor energético), trazendo imagens que constituem hoje um acervo das transformações no Brasil.

"Robocop" chega hoje nas ruas de Curitiba

"Robocop" desembarca hoje, no final da tarde, no aeroporto Afonso Pena. Ao contrário do que acontece na história criada por Frank Miller e que já rendeu dois filmes - o segundo, com lançamento nacional no próximo dia 30 (em Curitiba, Cine Plaza, 5 sessões) - este misto de homem-robot, uma supermáquina lutando contra o crime, sua passagem pela capital será tranqüila - fazendo mais um roteiro parecido com políticos a cata de votos do que de um super-herói.

"Pecados de Guerra", mais uma denúncia da guerra do Vietnã

Continua atraente a temporada cinematográfica. Afora os (excelentes) filmes que permanecem em exibição, catipultados pelo Oscar - "Conduzindo Miss Daisy" (Lido II e agora no Itália), "Sociedade dos Poetas Mortos" (Bristol) e "Nascido a 4 de Julho" (Condor / Lido I), teremos, no próximo dia 12, a estréia nacional de "Meu Pé Esquerdo", de Jim Sheridan, que valeu os Oscars de melhor ator (Daniel Day Lewis) e atriz coadjuvante (Brenda Fricker), no Cine Astor (pré-estréia, em benefício da Legião Brasileira de Assistência, dia 11).

Sendero Luminoso e assassinato de dom Romero nas telas do IV FestRio

Fortaleza São dois os temas dos seminários que estão sendo realizados paralelamente ao FestRio-Fortaleza: "O Cinema e a Questão Social" e "A Revolução Francesa e o Cinema". Dentro destas temáticas mais de 20 filmes especiais foram selecionados pela coordenadora do evento, a jornalista e videomaker Cláudia Furiati, para permitirem ao público interessado em ver grandes momentos do cinema como elemento vivo e eterno de reflexão sobre a sociedade, sua questão social e aspectos da revolução francesa - cujo bicentenário comemorou-se este ano.

Na tela, Potemkin e filmes sobre amizade

Considerado um dos dez filmes mais importantes da história do cinema, "O Encouraçado Potemkin", que o cineasta russo Sergei Eiseinstein (1898-1948) realizou em 1925 é daqueles filmes que merecem ser sempre revistos. Embora disponível em vídeo, nada substitui a grandiosidade de sua projeção em tela ampla, especialmente a maravilhosa seqüência da escadaria de Odessa - que há três anos foi homenageado por Brian De Palma em "Os Intocáveis", de Brian De Palma.

Uma grande feira para o vídeo legal

A partir de amanhã - e estendendo-se até a próxima quarta-feira, 22 - acontece em São Paulo a II Vídeo Trade Show, destinada a ultrapassar o sucesso que teve em 1988. Ao invés do Palácio de Convenções do Anhembi, a J.G. Empreendimentos, organizadora do evento, a transferiu para o amplo pavilhão da Bienal, no Ibirapuera, já que triplicou o número de expositores e Cyro Del Nero, idealizador e diretor-geral, prevê um volume de negócios acima de 1,3 milhão de dólares, com a venda aproximada de 600 mil cartuchos.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br