Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Museu da Imagem e do Som

Museu da Imagem e do Som

Quando o comunismo assustava a América

Quando "Sob o Domínio do Mal" (Lido II, hoje último dia em exibição) foi realizado, falava-se muito em lavagem cerebral em termos ideológicos. A guerra da Coréia já havia terminado mas as feridas eram recentes (como hoje, 11 anos depois, permanecem as do Vietnã), de forma que quando Richard Condon publicou o livro "The Manchurian Candidate", vários atores importantes se interessaram em interpretar as personagens centrais no cinema. Robert Mitchum e Frank Sinatra foram os primeiros. Surgiram, entretanto, dificuldades de adaptá-lo e o projeto foi adiado.

Uma maratona para conhecer os curtas

Quem tiver tempo (e disposição) poderá conhecer um pouco do que tem sido realizado em curtas-metragens nos últimos três anos assistindo as sessões que por cinco dias serão realizadas no auditório Brasílio Itiberê (Rua Cruz Machado) a partir do dia 26. Desde os trabalhos mais medíocres até pequenas obras primas - como "Caramujo Flor", de Joel Pissini (mato-grossense mas de ligações curitibanas) foram inscritos para disputarem o troféu de melhor curta do Festival de Cinema Texaco - Cidade de Curitiba.

Candeias realiza curso inédito

Ozualdo Candeias, que está em Curitiba ministrando um curso de direção de atores em cinema, a convite do Museu da Imagem e do Som, acredita que este seja um trabalho inédito - há vários cursos rápidos, mas não sabe de outros que trataram de direção - e com o apoio do vídeo agiliza ainda mais o ensino. "A gente tem o resultado mais rapidamente", comenta. A introdução do vídeo nas suas aulas faz com que o pessoal de cinema e de vídeo torçam o nariz, mas Candeias não liga para isso. "É a imagem animada, com equipamento diferente", diz.

Orlando, o nosso caçador de cores

Boris Cossoy, 48 anos, respeitado como um dos mais importantes pesquisadores da história da fotografia no Brasil (há 9 anos, provou o pioneirismo de Hércules Florence, de Campinas, na invenção da máquina fotográfica em 1833), ficou extasiado com a qualidade das fotografias de Orlando Azevedo, selecionadas para o livro que abre a coleção "Nossa Terra".

No campo de batalha

Profissional que sempre se preocupou com seu aprimoramento intelectual, Eloi Zanetti foi, durante anos, atento aluno em seminários e cursos de marketing. Hoje, dirigindo nacionalmente a área de comunicação do Boticário, Eloi tem sido convidado para fazer palestras em importantes encontros. Por exemplo, na terça-feira, em Olinda, foi um dos palestristas no I Encontro Regional de Marketing do Varejo do Nordeste.

Curitibana faz tese (nos EUA) sobre filme de Woody Allen

Se não tivesse passagem marcada para retornar aos Estados Unidos na noite de hoje, Denise Correa Araújo teria assistido "no mínimo mais três vezes ao filme "A Outra" (que quarta-feira saiu de exibição no Bristol, após uma magra semana com apenas 400 espectadores). Só que Denise é uma espectadora muito especial: é a primeira brasileira a se lançar num projeto intelectualmente audacioso - escrever uma tese sobre Woody Allen.

No campo de batalha

Maé da Cuíca (Ismael Cordeiro), 65 anos, um dos fundadores do Colorado em 1946, embora desde 1982 não saia mais com a Escola de Samba que tinha graças a ele a melhor bateria, não deixou de circular na Avenida Marechal Deodoro nos dias de Carnaval. Com a faixa de "Cidadão Samba" - que recebeu há 3 anos, por iniciativa do ex-secretário de Turismo, Glauco Souza Lobo, Maé anunciava que ia voltar ao Colorado, hoje relegado ao segundo grupo para tentar fazê-lo retornar aos tempos de glória.

Aula de Candeias faz o MIS chegar a nova sede

Com a quarta aula do curso de direção em cinema e vídeo, orientada por um dos mais criativos cineastas brasileiros, o paulista Ozualdo Candeias, 57 anos, acontece hoje um fato que merece ser anotado: o Museu da Imagem e do Som passa a ocupar sua nova - e espera-se, definitiva - sede, o antigo Palácio do Governo, na Rua Barão do Rio Branco.

"Senhor Pouer", o filme curitibano de Candeias

O cineasta Ozualdo Candeias passou os últimos quatro dias em Curitiba fazendo o que mais gosta: filmar. Resultado: concluiu um curta-metragem iniciado há dois anos e fez a documentação sobre a transferência do Museu da Imagem e do Som para sua nova sede.

No campo de batalha

Neste mês de julho, uma revoada de conhecidos colunáveis - muitos dos quais ligados a área da arquitetura- para Paris e adjacências. O pessoal foi assistir as comemorações do bicentenário da Revolução Francesa. Haja dólares nos cambistas no mercado para atender nossos prósperos turistas. xxx Vôos lotados para os Estados Unidos. Há pais "desesperados", em enviarem seus filhos para a Flórida, que oferecem até 50% a mais sobre os preços das passagens por possíveis desistências. xxx
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br