Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS O Homem

O Homem

Artigo em 13.06.1992

Ex-músico, hoje requisitado kabalista, Sant`Anna, uniu-se ao professor José Loures Ribeiro, do Mistical Centter do Brasil, para desenvolver uma série de cursos sobre "O Homem e o Universo", a partir do dia 11 de julho. A renda obtida será destinada aos moradores da cidade de Rio Negro atingida pelas enchentes. Informações sobre o curso - que terá a participação do sensitivo José Enrique Vasques Saldiva, do Centro Internacional de Diagnoses e Terapias Alternativas, poderão ser obtidas pelos fones 263-2090 ou 247-6751, com Ribeiro. xxx

Um livro sobre Lerner e a autobiografia que Anibal censurou

---- Nota: Este artigo que foi escrito por Aramis Millarch para sua coluna Tablóide de 06 de maio de 1992, foi censurado. ---- Jornalista com larga quilometragem na imprensa paulista onde integrou equipes das maiores publicações, Cecília de Christo Garçoni está planejando um projeto de maior fôlego profissional: uma biografia sobre Jaime Lerner.

Os tempos da Clube, da pensão Esplanada e do terno "Talismã"

Dentro da história do rádio paranaense, Milton Luiz Pereira é sempre lembrado não apenas como uma das vozes mais bonitas que passou pela PRB-2, Emissora e Curitibana, entre outros prefixos, mas como o exemplo de uma época em que, posteriormente, se destacariam em diferentes campos de atividade.

O velho Flash e as heroínas que sabem usar sensualidade

Pioneiro nos quadrinhos no Brasil, Adolfo Aizen (1905-1991) fez da Editora Brasil Americana a mais importante casa publicadora do HQs por mais de 30 anos. Hoje, voltada a área de livros infantis e especialmente a revista "Cinemim", a EBAL deixou praticamente a área dos quadrinhos tradicionais, mas foi quem lançou os grandes heróis dos anos 30 a 50 em revistas inesquecíveis.

60 anos depois "Limite" na abertura do Festival

Brasília - Sessenta anos depois de sua primeira exibição - ocorrida no dia 4 de maio de 1931, no cinema Capitólio, na Cinelândia carioca, o filme-mito do cinema brasileiro - "Limite", de Mário Peixoto, abre hoje à noite, em sessão de gala na sala Villa Lobos do teatro Nacional a 24a. edição do mais antigo festival de cinema brasileiro.

Os dias dourados da loira crooner Doris

Loira, sardenta, típica beleza pasteurizada americana dos anos 40, Doris Day (Doris Kappelhoff), 67 anos a serem completados no dia 3 de abril - foi, durante pelo menos 15 anos, maldosamente chamada de "a eterna virgem" do cinema americano - pelo tipo de personagens que interpretou na maior parte de sua carreira.

Bowie não vem (a Curitiba) mas curta o melhor de seus discos

A ocasião não poderia ser mais oportuna e a EMI-Odeon que não dorme-de-touca mandou brasa: reeditou os álbuns de David Bowie aproveitando suas apresentações no Rio (19) e São Paulo (22 e 23), com ingressos já esgotando-se apesar dos amplos espaços em que fará seus megas-shows praça da Apoteose e Parque Antártica, respectivamente. A tournée mundial "Sound Vision" iniciou em Quebec, Canadá, no dia 2 de março. Curitiba, inicialmente prevista para receber também Bowie, acabou ficando fora - apesar de estar começando a ter espetáculos com estrelas do rock como Jethro Tull, na semana passada.

Pantanal pavimenta rota para o "new caipirismo"

Se outros méritos não tivesse, "Pantanal" - a grande surpresa da telenovela brasileira em 1990 - já valeria por ter dado uma necessária catipultuagem [catapultagem] na carreira de dois excelentes intérpretes da música de raízes: Sérgio Reis e, especialmente, Almir Sater.

Pola, adeus à grande crítica

Há exatamente um ano, quando o colunista Alcy Ramalho Filho promovia o I Festival de Cinema de Curitiba - mais um evento cultural que ficou apenas em sua primeira edição (este ano, não houve condições de repeti-lo pela ausência dos patrocinadores Lufthansa/Texaco), a jornalista Pola Wartuck aqui passou 4 dias, acompanhando a exibição dos filmes como integrante do júri. Ao final, com a simpatia que sempre a caracterizava e a fazia merecedora da maior admiração, prometia que, "se convidada, aqui estarei em 1990, novamente".

Documentário sobre o homem e o aventureiro

Entre as centenas de opções visuais levadas ao VI FestRio, em sua edição Fortaleza (23 de novembro/02 de dezembro), nenhum filme era tão aguardado pelos cinéfilos como o documentário "The man, The Movies, The Maverick - John Huston", que desde sua premiére mundial, ocorrida a 12 de junho deste ano, no Festival de Cinema de Montreal, tem extasiado os hustonianos. Naquela cidade canadense, o jornalista João Luiz Albuquerque, assessor de imprensa do FestRio, assistiu ao documentário e decidiu: o mesmo teria que ter uma projeção no FestRio-89.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br