Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Cinemateca do Museu Guido Viaro

Cinemateca do Museu Guido Viaro

Berenice, liderança para o nosso cinema

Nasce uma nova liderança na cinematografia. Uma morena mignon, de aparência frágil mas, na realidade, muito firme e segura em suas colocações: Berenice Mendes. Ex-presidente da Associação Brasileira de Documentaristas - seção do Paraná, Berenice foi grande líder da reunião do conselho nacional da ABD, que se reuniu em Curitiba na semana passada, em promoção da Fundação Cultural e Embrafilmes.

No campo de batalha

Inesperadamente, Francisco Alves dos Santos programou dois clássicos na Cinemateca do Museu Guido Viaro, que mereceriam, aliás, maior tratamento promocional. Na terça e quarta-feira, "Limite", o cult-movie que Mário Peixoto realizou em 1929 e que permaneceu inédito por quase 50 anos. Hoje, sábado, temos "Sangue de Pantera" (Cat People), 1942, de Jacques Tourneur - considerado um dos mais exemplares filmes de terror da escola de Val Lewton, que marcou os anos 40.

Na Cinemateca, um ciclo sobre o negro no cinema

Dentro da programação da Cinemateca do Museu Guido Viaro, Francisco Alves dos Santos marcou ótimas atrações para este mês. Começou com as apresentações de dois clássicos - "Limite", 1929, de Mário Peixoto e "Sangue de Pantera", EUA, 1942, de Jacques Tourneur. Teremos a partir de hoje o ciclo Cinema & Cultura Negra e, posteriormente, o I Fórum de Cinema Documentário Brasileiro e o I Encontro de Cineclubistas da Região Sul.

A TV Iguaçu abre espaços aos talentos paranaenses

"Ervilha da Fantasia" - definido também como "uma ópera Paulo Leminskiana", vídeo de 55 minutos, realizado pelo jovem cineasta Werner Schumann, abre hoje um novo e importante programa na TV Iguaçu: "Talento Paranaense" (a partir da meia-noite). Idéia das mais felizes para prestigiar e divulgar a produção de cinema e vídeo independente que começa a crescer no Paraná, o programa do Canal 4 apresentará, a cada semana, realizações em qualquer bitola, acompanhadas de entrevistas com suas realizadoras - tendo como coordenador o diretor artístico da emissora, Sale Wolokita.

As mulheres & o cinema

Curitiba movimenta-se cinematograficamente a partir de hoje com o Fórum do Cinema Documentário Brasileiro, organizado pela Cinemateca do Museu Guido Viaro, Associação dos Documentaristas - Secção Paraná e SESC. A partir do lançamento de "Céu Aberto", de João Baptista de Andrade (hoje, Cine Ritz, 20,30 horas) - longa-metragem sobre a morte do presidente Tancredo Neves (já exibido nos FestRio e Gramado), múltiplos eventos acontecerão na Cinemateca, cines Groff e Luz.

Cineclubistas fazem as denúncias e homenagens

Quando Antônio Gil Almeida, presidente da Federação Paranaense de Cineclubes, aproveitou uma das sessões do I Encontro de Cineclubistas da Região Sul, realizado na Cinemateca do Museu Guido Viaro, no último fim de semana, para denunciar, mais uma vez, publicamente, a total falta de apoio ao movimento no Paraná, por parte da Secretaria da Cultura e Esportes (sic) mais de 50 participantes - vindos de várias partes do País - ficaram estarrecidos com o que ouviram.

Apenas uma estréia de maior interesse

Derradeiras oportunidades: hoje, em 5 sessões, no Lido II, a chance de assistir um dos mais políticos e sociais filmes do ano - o emocionante "Minha Terra, Minha Vida" (Country), de Richard Pearce, produzido e interpretado por Jessica Lange - que mereceu indicação ao Oscar como melhor atriz. Infelizmente, mais uma vez, um grande filme tem sua carreira encerrada precocemente, já que o "inteligente" público curitibano ainda continua apenas ligado aquilo que lhe é imposto promocionalmente, incapaz de valorizar obras de arte que não estejam acondicionadas em esquemas pré-estabelecidos.

Cidadão Welles, Mister gênio do cinema eterno

Em 1972, nos primeiros meses de funcionamento do Teatro do Paiol, inagurado a 27 de dezembro de 1971, com o show de Vinicius de Moraes-Toquinho, Marília Medalha-Trio Mocotó - a primeira promoção cinematográfica que ali teve lugar foi a exibição de "Cidadão Kane".

Cinecublistas fazem as denúncias e homenagens

Quando Antônio Gil Almeida, presidente da Federação Paranaense de Cineclubes, aproveitou uma das sessões do I Encontro de Cineclubistas da Região Sul, realizado na Cinemateca do Museu Guido Viaro, no último fim-de-semana, para denunciar, mais uma vez, publicamente, a total falta de apoio ao movimento no Paraná, por parte da Secretaria da Cultura e Esportes (sic) mais de 50 participantes - vindos de várias partes do País - ficaram estarrecidos com o que ouviram.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br