Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Rádio Ouro Verde

Rádio Ouro Verde

Artigo em 10.04.1992

Juca Chaves, depois de ler as críticas do "Diário do "Norte do Paraná" ao Teatro Reviver, lembrando que o mesmo ainda não tem luz e água, aproveitou para fazer uma sugestão-piada ao prefeito Ricardo Barros:

Os melhores nacionais e do jazz segundo Caetano

Caetano Cerqueira Rodrigues, 57 anos, presidente do Blue Note Jazz Clube; produtor de programas de jazz e bossa nova para a rádio Ouro Verde-FM - e também é dono de uma das maiores coleções de CDs, especializados em jazz, música instrumental brasileira, Bossa Nova e grandes vocalistas americanos. Assim, sua relação dos 10 lançamentos e reedições exclusivamente em CDs feitos no Brasil é importante referencial sobre uma faixa altamente sofisticada na produção nacional e internacional. Os 10 melhores lançamentos nacionais

Nos novos tempos do rádio, comunicadores e a política

Anotem este nome: Ney Leprevost. Confiram dentro de algum tempo! Está nascendo um novo comunicador-político que aos 17 anos já ensaia seu primeiro vôo eleitoral: a Câmara de Curitiba. A opinião é de experientes comunicólogos, impressionados com a facilidade com que este adolescente vem mostrando, de segunda a sexta-feira, das 15 às 16 horas, num dos programas que apesar do horário perverso está obtendo ótima audiência para a AM-Difusora, 590 a antiga Ouro Verde.

Os melhores nacionais e do jazz segundo Caetano

Caetano Cerqueira Rodrigues, 57 anos, presidente do Blue Note Jazz Clube; produtor de programas de jazz e bossa nova para a rádio Ouro Verde-FM - e também é dono de uma das maiores coleções de CDs, especializados em jazz, música instrumental brasileira, Bossa Nova e grandes vocalistas americanos. Assim, sua relação dos 10 lançamentos e reedições exclusivamente em CDs feitos no Brasil é importante referencial sobre uma faixa altamente sofisticada na produção nacional e internacional. Os 10 melhores lançamentos nacionais

Brasilidade nas dez canções concorrentes

São Paulo Venceu a brasilidade! Duas belíssimas canções de raízes interioranas - "Brabuleta" (Marcos Flexa/Paulo Azevedo) e "Tâmarera" (Marku Ribas/José Edward) - falando em ecologia e natureza, mas com extrema originalidade - e até rock-protesto ("Eládio"), do mineiro Sérgio Moreira, ironizando o desprestigiamento da música brasileira por disc-jóqueis colonizados - foram vitoriosas do Festival Carrefour de MPB (domingo, ginásio do Pacaembu).

Alternativa, a nova FM e o rádio ganha jornal

Sem qualquer campanha de lançamento, a 28ª Rádio de Curitiba - e a 12ª em Freqüência Modulada - está no ar oficialmente há uma semana: A Alternativa FM - 106.5 MHZ, instalada na Rua Amauri Lange Silvério, 128, no Pilarzinho - bairro em que se concentram já sete outras emissoras. Pertence ao deputado Renato Johnson (PFL) que, entretanto, não aparece oficialmente. Quem responde pela emissora é o empresário Márcio Kaled, proprietário de um posto de gasolina, uma transportadora e revendedor da Brahma.

Os bons tempos da Clube, Guairacá, Marumby, Colombo e outros prefixos

A nossa pioneira "Clube" - a PRB-2, Radio Clube Paranaense, cujas primeiras transmissões foram ao ar numa fria noite de 27 de junho de 1924 - num pioneirismo de um grupo de paranaenses que colocou a novidade praticamente ao mesmo tempo que acontecia o início efetivo das rádios do Rio de Janeiro e Pernambuco - a próxima Rádio Exclusiva, a 13ª FM que entrará no ar dentro de seis semanas (elevando o número de rádios para 26, somente em Curitiba) muita coisa mudou.

Uma voz sensata na crise universitária

Após uma acalorada sessão, na Câmara Municipal de Londrina, na tarde de quinta-feira, 20, foi aprovada proposta do jornalista e vereador Tadeu Felisbino, um dos mais lúcidos integrantes daquela casa: a formação de uma comissão de alto nível, integrada por lideranças expressivas da região, professores universitários, intelectuais, profissionais liberais e outros representantes de vários setores para, no menor prazo de tempo obter, em Curitiba, um a reunião precisa e sincera com o governador Roberto Requião.

O que faltou na 25ª edição dos melhores

Apesar de todo cuidado para fazer com que o "Almanaque" especial que circulou domingo, dia 6, com a 25ª edição dos "Melhores" não fizesse omissões ou contivesse erros, algumas falhas técnicas, no momento da editoração final, obrigam-nos a completar informações que ali deveriam constar. Portanto, vamos a elas. xxx

Curitiba grafitti na saudade daqueles meninos dos anos 60

A juventude, este país maravilhoso que todos nós habitamos um dia, adquire, com a chegada da meia idade, o sabor caleidoscópico de uma viagem maravilhosa.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br