Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Edu Lobo

Edu Lobo

A Música em Pessoa

"Eu sou trezentos, sou trezentos e cinqüenta" - diz Mário de Andrade, num verso célebre. Fernando Pessoa foi mais contido, em matéria de cifra. Em compensação criou uma heteronímia militante e triunfante, caso talvez único na história das letras universais. Hoje em dia, a presença do autor de "Mensagem" se mede, não em escala nacional, ou continental, mas em termos ecumênicos. Fernando Pessoa é considerado, pela melhor crítica mundial, um dos maiores poetas do século." (Hélio Pellegrino)

Depois do Malandro o Corsário Buarque

O ano terminou com a dupla dose de chico Buarque, para alegria geral. A pré-trilha do filme "Malandro"(de ruyGuerra, lançamento em 1986), que aqui registramos na semana passada e Ö Corsário do Rei", do musical Augusto Boal, parceria com Edu Lobo, ainda em cartaz no Teatro João Caetano. Os dois álbuns trazem diferentes intérpretes, dentro da "Ópera do Malandro"(1980) e que seguiu depois em "O Grande Circo Místico"(1982).

Chico Buarque, o talento renovado

Se Roberto Carlos é alienação e a exploração comercial com as mesmice de sempre - em termos artisticos mas obtendo sempre a vendagem fabulosa - Chico Buarque é o prestígio, é a competência, é o respeito nacional.

Pornografia nos textos de Boris

Um dos motivos que levaram a Brasiliense a um local de destaque no competitivo mercado editorial é a audácia em seus lançamentos. A série "Circo de Letras", por exemplo, traz autores contemporâneos ou do passado com obras que, no mínimo, provocam comentários positivos ou negativos de quem leu ou ainda quem não leu, mas pretende ou promete ler. O francês Boris Vian, tachado de "mestre da pornografia" e "monstro da perversidade", tem a sua polêmica obra reunida no volume "Escritos Pornográficos (tradução do Heloisa John, 92 páginas, Cr$ 17.020).

No campo de batalha

Ronald Luz, entusiasta dirigente do Fotoclube Independente de Curitiba, fundado há dois anos, está cuidando com carinho da promoção da mostra que promove até o dia 4 de dezembro, na Casa Romário Martins. Com 80 trabalhos, participam 11 associados: Antonio Buch, Arnaldo Alves, Claudio Krieger, Francisco Pessanha, José Cordeiro, Luimar Rocha, Nelson Maciel Filho, Ronaldo Baltazar, Ronald Luz e William Araújo.

O mundo mágico de Tihany (I)

Sexta-feira, após o espetáculo, quando as luzes do Circo Tihany apagaram-se, seus artistas, técnicos e funcionários, reuniram-se numa animada festa no Pinheirão Campestre, no lado oposto da Avenida Victor do Amaral, onde o circo está montado ha duas semanas.

Artigo em 13.12.1981

Com toda razão o produtor César Ribeiro da Fonseca, ex-diretor do Museu da Imagem e do Som, está furioso com a Marilda Pedroso, coordenadora dos projetos especiais da Sigla/Som Livre, e magoado com o compositor Edu Lobo. Afinal, foi Fonseca quem fez toda a produção executiva de "Jogos de Dança", para a gravação editada em elepê pela Som Livre, no mês passado, mas que apareceu com o nome de Marilda, embora o seu - bem como o de Marcelo Marchioro, diretor de arte e programação da Fundação Teatro Guaíra - o fossem destacados.

O romantismo certo nas vozes do Quarteto em Cy

O fato de ser um cantor romântico e sentimental é sempre lembrado como atenuante para o comercialismo de Roberto Carlos, cujo último lp (CBS, novembro/81) saiu com 1.600.000 cópias vendidas antecipadamente. Realmente, o Rei é um intérprete que sabe, astutamente, aproveitas os aspectos mais cor-de-rosa açucarados do dia-a-dia, da classe média, para encantar corações femininos. Ser romântico não é crime. Ao contrário, numa época de tanta crise, encontros & desempregos dos seres humanos, é importante falar do amor, do carinho, da presença amiga.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br