Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Guido Araújo

Guido Araújo

No ano da crise do cinema, crescem os curtas-metragens

No pior ano da história da cinematografia brasileira - com a produção reduzida a níveis mínimos (*) - e apesar de expulso do circuito comercial pelo descumprimento da chamada Lei do Curta, contraditoriamente a este panorama desolador, os realizadores de curtas (e alguns médias) metragens mostraram um notável vigor, credenciando-se para mostras internacionais - pois, com a desativação da produção em longas, só através de curtas é que o Brasil vem tendo alguma presença no Exterior.

Os premiados da Jornada da Bahia exibidos no MIS

Guido Araújo, cineasta, professor e o diretor da Jornada Internacional de Cinema da Bahia, chegou ontem em Curitiba para prestigiar a apresentação dos filmes e vídeos premiados na última edição da Jornada e que estarão sendo exibidos no auditório Brasílio Itiberê e no Museu da Imagem e do Som - que organiza o evento.

Três vídeos do Paraná em disputa no I FENAVI

Vitória - Três vídeos de Tiomkim (Oswal Dias Siqueira Filho), 35 anos, e Beto Carminatti, 28 - representam o Paraná no I Festival Nacional de Vídeo de Vitória, iniciado ontem nesta cidade.

Um cinema consciente para que exista um mundo melhor

Salvador - Dividido em mais de uma dezena de acontecimentos paralelos - desde uma nostálgica mostra retrospectiva que trouxe ao sexagenário Cine Tamoio (ex-Glória, um dos mais antigos do Nordeste), filmes como "O Circo" (1938), de Chaplin, "O Morro dos Ventos Uivantes" (1939), de William Wyller, "Vidas Secas" (1963), de Nelson Pereira dos Santos e "Meteorango Kid, Herói Intergaláctico", do baiano André Luiz Oliveira (1969, praticamente nunca lançado comercialmente no Brasil) - até uma oficina de restauração de filmes e vídeos orientada por Francisco Moreira, da Cinemateca do MAM/RJ, es

Esperando Rouanet, cineastas no astral otimista de Gramado

Gramado, A chuva e o frio - menos intensos do que se poderia esperar neste inverno - não prejudicam o bom astral que marca o mais prestigiado dos festivais do cinema brasileiro. Apesar do público reduzido na abertura, segunda-feira à noite, quando "Os Desertos Dias", de Fernando Severo, foi o primeiro curta projetado na tela do cine Embaixador, esta 19ª edição do festival que coincide com o sancionamento, amanhã, quinta-feira, em Brasília, da lei que com o nome do atual Secretário Nacional da Cultura, faz renascer as esperanças dos produtores culturais do Brasil.

Um fórum para debater porque o cinema latino-americano vai mal

Salvador - A presença de realizadores de países como o Chile - com uma delegação liderada pelo cineasta Silvio Caiozzi, Argentina, Peru e Cuba, no encontro com brasileiros que, direta ou indiretamente estão ligados ao cinema e vídeo proporcionou que uma das mais produtivas conseqüências desta XVIII Jornada de Cinema fosse o Fórum Latino-americano de Cinema e Vídeo, que aconteceu durante três dias, na sede da Associação Baiana de Imprensa, com debates esclarecedores.

Jornada da Bahia renasce com a maior importância

Salvador - Após dois anos de interrupção, o retorno da Jornada Internacional de Cinema da Bahia, em sua XVIII edição que inicia hoje, é o evento culturalmente mais importante para o cinema no Brasil. Um festival sem estrelas, mordomias e badalações sociais, aos circuitos comerciais é, entretanto, um acontecimento respeitado internacionalmente, o que se reflete no número expressivo de realizadores de vários países - especialmente do Terceiro Mundo - que desde 1971 vem prestigiando esta mostra baiana.

Internacionalização com a produção do terceiro mundo

Salvador - Confirmando sua internacionalização, a Jornada de Cinema da Bahia começou a receber ontem os primeiros convidados vindos de vários países que aqui participarão de diferentes eventos: O Mercado Internacional de Filme e Vídeo; o simpósio internacional "O Cinema na Defesa do Meio Ambiente"; um encontro de ex-alunos brasileiros da Escola Internacional de Cinema e Televisão em Cuba; o Fórum Latino-Americano de Cinema e Vídeo e uma homenagem especial a cinematografia do Chile.

Ecologia e meio ambiente em discussão na Jornada

Salvador - Desde ontem, segunda-feira, 23, no auditório do Palácio Rio Branco, iniciou uma das promoções paralelas mais importantes dentro do amplo leque de eventos que Guido Araújo organizou para a XVII Jornada Internacional de Cinema da Bahia: o simpósio internacional "O Cinema na Defesa do Meio Ambiente".
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br