Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Jorge Amado

Jorge Amado

Capitães das Flôres

Em 1937, quando Jorge Amado tinha seus verdes 25 anos, escreveu um livro que se tornaria um documento inesquecível da infância abandonada da Bahia: "Capitães de Areia". Se Curitiba tivesse um romancista com a força social do autor de "Teresa Batista", por certo poderia criar um romance semelhante com o título "Capitães das Flores". xxx

Meyer-Clason, o tradutor

A presença em Curitiba do professor Curt Meyer-Clason, 67 anos, ex-diretor do Goether Institut em Lisboa, adquire um especial significado: trata-se de um dos mais respeitados tradutores da República Federal da Alemanha, responsável direto pelo lançamento de autores como João Guimarães Rosa, Adonias Filho, Jorge Amado, Carlos Drummond de andrade, João Cabral de Melo Neto, Clarice Lispector, Machado de Assis, entre outros, naqueles pais, nos últimos 15 anos.

Os nossos deputados

A leitura de "A Câmara dos Deputados/Síntese Histórica" de Afonso Arinos de Melo Franco (edição do Centro de Documentação e Informação da Câmara dos Deputados, Brasília, 130 páginas, circulação dirigida) mostra que a presença dos políticos paranaenses na história do Poder Legislativo tem sido bastante tímida.

Vera/Verão

Primeira mão, nacional: o cineasta inglês Michael Sarne ("Joanna, homem e Mulher até certo ponto"), há quase um ano no Brasil, depois de longa temporada na Bahia - como aqui também publicamos com exclusividade, há vários meses - está concluindo em Búzios, no Estado do Rio, o filme "Vera, Verão", naturalmente com a sex symbol tupiniquim, a blumenauense Vera Fischer.

Dicionário da Cachaça

Penúltima: Gole final do bom bebedor. Também conhecido como Saideira (o último copo, o brinde terminal da despedida jubilosa). Esta expressão, criada pelo inesquecível Joffre Cabral e Silva (1905- 1968), poderá ser apresentada pelo pesquisador Mãrio Souto Maior, de Recife, na segunda edição do originalíssimo "Dicionário Folclórico da Cachaça", onde foram catalogadas mais de mil palavras relacionadas ao consumo de aguardente, num trabalho dos mais interessantes.

A antologia do MPB-4, a [cuíca] de Osvaldinho e os long-play da CBS

Gravado em outubro de 1973, só em junho pode ser lançado o lp do grupo vocal MBP-4 - que assim passou 1973 sem ter o seu habitual lp colocado no mercado, de forma que o público fiel que tanto admira o conjunto teve que se contentar com o único compacto-duplo, onde gravou, entre outros, o belíssimo samba de Eduardo Gudin - "A Velhice da Porta Estandarte".

Toquinho e Vinicius e as férias baianas de Gil/Gal/Caetano.

O lp de Vinicius & Toquinho na Phonogram há muito vinha sendo aguardado. Contratado em 1968 pela RGE, de São Paulo, Toquinho levou para aquela gravadora o seu amigo e parceiro Vinicius de Moraes, fazendo uma série de lps alegres, felizes, descompromissados - com a participação de outros artistas (Marilia Medalha, Maria Creuza, Ciro Monteiro) e influindo, diretamente, nos lps individuais de Maria Medalha e Maria Creusa.

Noel, um sujeito tão notável quanto Papai

A Livraria José Olympio Editora acaba de publicar Noel Nutels (memórias e depoimentos), volume cujo subtíulo indica precisamente sua natureza específica, pois que reúne na primeira parte 8 capítulos das inacabadas recordações pessoais do próprio Noel e, na segunda, vários depoimentos dos amigos dessa admirável figura humana de médico e indigenista.

POTY, MEU COMPADRE

Uma das maiores tristezas do Poty foi o dia em que chegou em Curitiba, para uma de suas habituais visitas a seus pais, dia "seo" Issac e dona Julia e ao procurador na primeira quadra da estreita Rua Marechal Deodoro, o pequeno Buraco do Tatu, não encontrou nem o bar - famoso por sua carne-de-onça, suas pingas e sua freguesia exclusivamente masculina, nem o casarão e só viu uma rua em ruinas. Isto faz quase dez anos, quando o então prefeito Ivo Arzua alargava as ruas da cidade e um pouco da antiga Curitiba desaparecia.

Co-produçòes de Iberê

Enquanto "O Pasquim" da última semana publicava correspondência de Artur José Poerner, de Colonia, contando que estava em Berlim o cineasta Iberê Cavalcanti, ele chegou em Curitiba no sábado de manhã para, como presidente da Associação Brasileira de Documentaristas, ser um dos mais ativos participantes da Jornada de Cineclubes.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br