Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Fundação Cultural de Curitiba

Fundação Cultural de Curitiba

Câmara inicia devassa nos desmandos da FCC

Apesar da intervenção do prefeito Jaime Lerner na crise provocada pela inabilidade, incompetência e autoritarismo das sras. Lúcia Camargo e Celise Niero da Fundação Cultural de Curitiba, a demissão dos cinco funcionários da Cinemateca do Museu Guido Viaro e a violência cometida contra a Associação de Pesquisadores da Música Popular Brasileira chegou a Câmara Municipal, que desde a semana passada começou a se preocupar pelos desmandos que vem ocorrendo neste setor da administração municipal.

Arbitrariedade contra os pesquisadores repercute

Foi grande a repercussão da prepotência da assistente social Celise de Niero, diretora da Fundação Cultural de Curitiba que, conforme denunciamos na terça-feira, ao exorbitar de suas funções, acabou provocando, indiretamente, que um cinegrafista fosse assaltado e roubado há poucos passos do Teatro Paiol.

Solidariedade gaúcha

Jornalistas, pesquisadores, colecionadores e outras pessoas que em vários estados participam e acompanham as atividades da Associação dos Pesquisadores da Música Popular Brasileira, estão solidarizando-se com a sua representação no Paraná, pela arbitrariedade sofrida no último sábado, 20, por parte de uma diretora da Fundação Cultural de Curitiba, que provocou um grave incidente ao impedir, autoritariamente, que uma gravação autorizada por seu autor, fosse realizada no Teatro Paiol.

De como desperdiçar a chance para preservar imagem urbana

O professor e arquiteto Manoel Coelho, 50 anos, reconduzido por unanimidade à direção do curso de Arquitetura da Universidade Federal do Paraná - da qual é mestre há 20 anos, fez, nos dois anos que integrou a equipe do prefeito Jaime Lerner, a melhor administração na Secretaria do Desenvolvimento Municipal nos últimos anos.

Filme catástrofe na cultura curitibana

No explosivo ano de 1968, quando Paris estava em chamas pelos protestos populares, a injusta demissão do homem que havia salvado o patrimônio cinematográfico da Europa, o conservador da "Cinematheque Française", Henri Langlois (Esmirna, Turquia, 1914 - Paris, 1977) colocou mais lenha na fogueira.

O documentário que não pode ser feito

A Associação dos Pesquisadores da Música Popular Brasileira distribuiu ontem uma nota oficial a propósito da morte de Gonzaguinha, assinada pelos seus ex-presidentes Zuza Homem de Mello (São Paulo) e Aramis Millarch (Curitiba), mais o atual presidente, Albino Pinheiro (Rio de Janeiro), e os membros Edson Otto, de Porto Alegre e Hermínio Bello de Carvalho, ex-diretor da Divisão de Música Popular da Funarte e que organizou o segundo e terceiro encontro da entidade.

Pesadelo vira sonho e dá prêmio a Tiomkim

Premiado há dois anos com o grande prêmio do Salão Curitiba Arte 5 - que lhe proporcionou uma viagem a Europa no ano passado - o videomaker e fotógrafo Tiomkim (Osval Dias de Siqueira Filho), 35 anos, acaba de ter nova confirmação de seu talento: por unanimidade, o júri de vídeo-arte do Salão Curitiba Arte 7, promovido pelo colunista Alcy Ramalho Filho, lhe concedeu o primeiro lugar.

Dona Ester e suas plantas medicinais

Se o ritmo continuar, 1991 será um ano rico em termos editoriais. Sem contar o pacotaço de edições que o secretário René Dotti, da Cultura, decidiu colocar na praça antes do encerramento da administração Álvaro Dias (embora conste que sua permanência na pasta já ficou acertada), outras edições locais começam a aparecer. A Secretaria da Cultura programou quase três dezenas de novos títulos, de vários gêneros e formatos, o que dá uma média de mais de um lançamento por dia útil, até o fim deste governo.

Aberta agora a temporada de caça aos Oscars de 91

Até a semana passada, o gerente do escritório da Warner, Lourival Henrique Schlepak, estava insistindo com o programador (sic) do circuito da Fundação Cultura de Curitiba para que marcasse uma data de relançamento de "Os Bons Companheiros". Geraldo Pioli, o cidadão que cuida deste trabalho na Fucucu, fez exigências como a de "requisitar" uma cópia para assistir, em sessão especial, o filme e "analisar" (sic) se o mesmo tinha condições para "merecer" ser programado numa das salas mantidas pela população de Curitiba.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br