Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS José Richa

José Richa

As obras de arte nos porões da burocracia

Há 15 anos, quando assumiu pela primeira vez a Prefeitura de Curitiba, uma das primeiras preocupações do arquiteto Jaime Lerner foi perguntar pelas obras de arte do município. Homem culto, conhecedor da boa pintura e escultura, Jaime surpreendeu os velhos funcionários: afinal, era a primeira vez que um prefeito se preocupava com o acervo artístico da casa. Um acervo pequeno é claro, mas que revelou preciosidades com um precioso óleo de Guignard, em sua melhor fase - que hoje vale, tranquilamente, mais de Cz$ 600 mil.

Bonilha, o homem das pesquisas eleitorais

Desde ontem à noite, quando começaram a ser computadas as primeiras urnas, a expectativa tomou conta não apenas de milhares de pessoas, ligadas diretamente ao pleito - candidatos, líderes políticos, gente do governo e da oposição - mas também alguns técnicos numa área nova que se firma cada vez mais: os pesquisadores eleitorais.

Suzana, uma mulher em busca da comunicação

A professora Suzana Maria Munhoz da Rocha Guimarães é hoje uma mulher preocupada. Poderia-se até dizer, agoniada. Afinal, convidada pelo governador João Elísio, assumiu a secretaria mais inoperante no governo José Richa e, numa terra devastada, na qual praticamente nada havia sobrado devido a incompetência de seu antecessor, tenta, num curto espaço de tempo, realizar o mínimo.

FestRio: o cinema é a notícia

Rio de Janeiro
Tags:

CPI quer incomodar até memória de gente morta

Reabrindo a CPI da Corrupção, que teve início no governo José Richa, o deputado Rubens Bueno (hoje secretário do Trabalho e Bem-Estar Social) como presidente, voltou a se falar no nome de Raul Juliato como um dos envolvidos em acusações. Ao menos por uma questão de respeito humano, os deputados deveriam lembrar que Raul Juliato já faleceu há mais de um ano de problemas do coração. xxx

O museu que Suzana quer (para o João inaugurar)

Enquanto para algumas Secretarias os nomes já foram definidos, na área da Cultura e Esportes, até ontem, ainda havia uma crescente bolsa de candidatos. Aos que surgiram ainda nos meses de campanha de Álvaro Dias - como o colunista Alcy Ramalho e o vereador Neivo Beraldin - acrescentaram-se, nas últimas horas, alguns outros, com bom cacife. Entre eles, os do jurista e professor René Dotti e o publicitário e escritor Jamil Snege.

A Estadual é agora da Cultura. O que Fazer?

A professora Suzana Munhoz da Rocha Guimarães é uma mulher decidida. Tão decidida que quebrou lanças e conseguiu fazer com que o governador João Elísio assinasse há um mês o decreto que transferiu a Rádio Estadual do Paraná da órbita da Secretaria (Extraordinária) de Comunicação Social para a Secretaria da Cultura e Esporte.

Os Orixás ajudam Eduardo a chegar à Constituinte

Nenhum dos 500 candidatos em disputa a cargos eletivos no próximo dia 15 dipõe de uma legião de cabos eleitorais tão fortes e poderosos como Eduardo Barroso. Pois se depender do apoio dos Orixás, da força de Xango, Iansã, Ogum, Oxum e até de Exu - a figura mais controvertida dos cultos afro-brasileiros, Barroso já se pode considerar eleito para a Câmara Federal

Uma escola que vive em crises

Retirar a Escola de Música e Belas Artes do Paraná da crítica situação em que se encontra há alguns anos será, sem dúvida, uma das primeiras missões de Belmiro Castor, futuro secretário da Educação no governo Álvaro Dias. Isto porque no saldo negativo da administração José Richa, a EMBAP, fundada em 3 de outubro de 1949 também foi uma das vítimas.

No campo de batalha

Entre dezenas de volantes, cartas, circulares, santinhos e outros impressos políticos que a população recebe diariamente, numa poluição de candidatos em busca de votos, há algumas edições mais vigorosas.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br