Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Secretaria da Cultura

Secretaria da Cultura

O sonho de Jaime é fazer gabinete da Prefeitura voltar à Generoso Marques

Dezesseis anos após ter, finalmente, conseguido uma sede condigna à sua importância cultural, o Museu Paranaense pode, no futuro, ficar novamente sem teto e ter que procurar uma nova sede. Oficialmente, a ameaça ainda não existe, mas os mais íntimos colaboradores do prefeito Jaime Lerner, como seu secretário de Comunicação Social, Jaime Lechinski, confirmam que desde sua segunda gestão ele pensa em fazer o gabinete do prefeito retornar ao antigo Paço da Liberdade - a belíssima construção estilo "Art Nouveau" inaugurada pelo prefeito Cândido de Abreu em 24 de fevereiro de 1916.

"Ivanpirismo", o terror de Cardoso

No diversificado programa do 19o. Festival de Gramado (5 a 10 de agosto) haverá o lançamento de mais três livros para ampliar a bibliografia do cinema brasileiro: "Ivampirismo - O Cinema em Pânico" de Ivan Cardoso e R.F. Lucchetti, "O Acendedor de Ilusões" de Joaquim Alves e o catálogo "Cinema Gaúcho Anos 80 - Um Olhar Sobre Década". Com isto já passam de vinte novos títulos sobre cinema editados bibliografia deverá superar a expressiva produção do ano passado, que passou dos 50 títulos, entre trabalhos de autores brasileiros e traduções.

Nas imagens de "Michaud", a busca do paraíso ecológico

A raquítica filmografia sobre as artes plásticas no Paraná ganhou uma excelente contribuição graças ao talento de um cineasta paulista, Roberto H. D'Ávila: "Michaud", curta de 10 minutos, 16mm, rodado no Litoral faz com que um dos mais sensíveis pintores de paisagem paranaense seja praticamente redescoberto.

Babete abriu Lilith para divulgar só o feminismo

Duas livrarias especializadas inaugurando neste final de mês em Curitiba: a feminista "Lilith", já funcionando na loja 3 da Galeria Schaffer (Rua XV de Novembro, 420) e a "801" (Rua Duque de Caxias, 75), que abrirá no próximo dia 29, especializada em livros de música, cinema, quadrinho e também uma bem sortida seção de discos e CDs, com o forte em produtos importados.

A hora de repensar o futuro dos festivais

Reunindo em seu júri com 13 profissionais representando setores da produção e animação artística, jornalismo cultural, indústria e edição musical e artistas - instrumentistas, compositores e intérpretes, a IX Feira Avarense de Música Popular (27 a 29 de julho) proporcionou algo raro em termos de eventos competitivos: um produtivo debate sobre a importância dos festivais de música e da necessidade de se viabilizar o quanto antes, um projeto da animadora cultural Ercília Lobo: um encontro nacional de quem se dedica a promover festivais no Brasil.

No cinema para ler, as revelações sobre Greta

Já chegam a 30 os livros sobre cinema lançados este ano no Brasil, confirmando-se aquilo que aqui temos insistentemente registrado: o interesse cada vez maior pela sétima arte, em seus vários segmentos. O atento Cosme Alves Neto, curador da Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, listou 27 títulos - incluindo meia dúzia que deve chegar às livrarias nas próximas semanas.

Severo e Beto estarão no festival de Canela

Fernando Severo, o mais rigoroso dos cineastas locais - para ele, dificilmente um filme tem méritos e é implacável quando julga especialmente os trabalhos de colegas curta-metragistas - anda feliz da vida. Além de seu curta "Os Desertos Dias" ter sido aceito em Gramado, na 19a. edição do festival de Cinema Brasileiro, seu vídeo experimental "Instruções para subir uma escada", que dirigiu durante um dos cursos práticos de vídeo que Valêncio Xavier promoveu quando dirigia o Museu da Imagem e do som, foi aceito para o IV Festival Videomaker, que acontece de 24 a 27 de agosto em Canela-RS.

[Faisal] e Naif documentam um pouco da história da cidade

Um dos aspectos mais importantes do vídeo - e, infelizmente, até agora pouquíssimo explorado - está em seu aproveitamento, pela praticabilidade e baixo custo, da utilização maciça na documentação visual do Paraná.

Cada vez mais opções para conhecer melhor o cinema

Sem dúvida o jovem Horácio Temizawi De Benis, um nipo-brasileiro que veio para Curitiba e inaugura nos próximos dias uma original livraria e loja de dicos, voltada especialmente para a área de cinema, tem razão em acreditar no sofisticado mercado que pretende atingir. Afinal, com a era do vídeo e uma programação cada vez melhor em longas-metragens nas redes nacionais de televisão, há um renascer no interesse do público por cinema.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br